Rodrigo pede cabeça erguida a elenco e minimiza pênalti perdido:

Um dos líderes do atual elenco do XV de Piracicaba, o zagueiro Rodrigo concedeu entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, 30, durante a reapresentação dos jogadores que participaram da partida contra o Brusque no último sábado. O defensor falou sobre o revés em Santa Catarina e ressaltou a importância de superar a primeira derrota no Campeonato Brasileiro Série D.

“Tivemos alguns momentos de desatenção e acabamos levando dois gols em um jogo que estava bastante equilibrado. No intervalo, o Márcio (Fernandes, treinador) deu uma chacoalhada no grupo e o time voltou melhor. Sabendo que nós tínhamos totais condições de pontuar, ficamos tristes e chateados pelo resultado, mas não podemos nos abater, porque temos mais quatro jogos . Por isso, precisamos erguer a cabeça e seguir trabalhando com o mesmo empenho de sempre, pois tenho certeza que as coisas vão dar certo”, disse o defensor.

O atleta também defendeu o meia Romarinho, que acabou desperdiçando uma penalidade no segundo tempo do confronto contra o time catarinense. “Isso já foi conversado. Sabemos da qualidade técnica dele e, por isso, ele é, inclusive, um dos nossos cobradores oficiais de falta. Então, tem total confiança de todos nós. O Romarinho tem personalidade, recebeu o apoio de todo mundo e não vai ser um erro numa cobrança de pênalti que vai afetar o nosso grupo. Bola pra frente”, comentou.

Rodrigo garantiu que o foco de todos no clube está no próximo desafio do Alvinegro no torneio nacional, que acontece domingo, às 15h30, no estádio Germano Kruger, contra o Operário. “É um confronto de seis pontos, assim como foi em Brusque. Uma vitória é muito importante para a nossa sequência na competição, por isso vamos estudar bastante o nosso adversário, porque sabemos que vai ser uma partida muito difícil”, declarou.

Deixe um comentário