XV luta até o fim, mas acaba derrotado pelo Palmeiras no Barão

DSC_5131Apesar da luta e entrega dentro de campo, a equipe do XV de Piracicaba não conseguiu tirar a invencibilidade do Palmeiras e acabou derrotado pelo adversário na noite desta quarta-feira, 5, no estádio Barão da Serra Negra, pelo placar de 2 a 1, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Paulista 2014.

O gol de Cafú, terceiro seu na competição, aos 32 minutos do primeiro tempo, não foi capaz de impedir o revés quinzista. Com o resultado, o Alvinegro permanece com sete pontos conquistados e na terceira posição do grupo B.

“É preciso destacar a dedicação da equipe. Fizemos um bom jogo, mas paramos na ótima atuação do Fernando Prass. Agora é analisar os pontos positivos e os negativos para trabalharmos para a sequência do campeonato”, disse o técnico Edison Só.

O próximo compromisso do XV no Campeonato Paulista acontece no sábado, 8, às 19h30, no estádio Doutor Augusto Schimidt, contra a equipe do Rio Claro.

Amanhã, a partir das 16 horas, os jogadores não relacionados e os atletas que atuaram até 45 minutos do confronto contra o Palmeiras realizam uma jogo-treino contra o Capivariano no Barão.

 

O JOGO

A equipe do XV de Piracicaba fez um primeiro tempo intenso e logo com dois minutos de jogo já havia criado duas chances de gol. Em ambas, o lateral esquerdo Aelson foi até a linha de fundo e cruzou na área, Macena e Cafú cabecearam e o goleiro Fernando Prass realizou grandes defesas.

Apesar do bom começo do Alvinegro, foi o Palmeiras quem abriu o placar. Aos 14’, Mazinho caiu dentro da grande área e o árbitro Vinicius Furlan marcou pênalti que não existiu. Alan Kardec cobrou e fez 1 a 0.

O XV mostrou que não se entregaria dois minutos depois, em chute forte de Macena, que Fernando Prass espalmou para escanteio. O empate veio aos 32’, quando Danilo Sacramento cobrou escanteio e Cafú empurrou para as redes do adversário para fazer 1 a 1.

O Nhô Quim ainda teve a chance de descer para o vestiário na frente. Cafú recebeu dentro da grande área e chutou, Fernando Prass defendeu e na sobra Paulo Henrique chutou por cima do gol palmeirense.

A segunda etapa foi mais equilibrada. Mesmo assim o XV criou boas chances de gol. Aos 5’, Leonardo Luiz cobrou falta de longa distancia e exigiu boa defesa de Fernando Prass. O adversário respondeu dois minutos depois com Alan Kardec, que chutou por cima do gol de Márcio.

O Alvinegro não se abateu e, aos 9’, Aelson arriscou chute de pé direito e a bola passo perto do ângulo esquerdo do gol do Palmeiras. Quatro minutos depois, em nova cobrança de falta, Danilinho chutou e Fernando Prass, o nome do jogo, fez outra bela defesa.

Após longo tempo sem chances claras de gol, o adversário encontrou a vitória. Aos 38’, França recebeu na grande área, fintou Pitty e chutou no ângulo direito de Márcio para fazer 2 a 1 e decretar o placar final.

 

Ficha Técnica

Campeonato Paulista 2014 – 1ª Fase 6ª rodada

XV de Piracicaba 1 x 2 Palmeiras

 

Data – 05/02/2014

Horário – 22h00
Local – Estádio Barão da Serra Negra, Piracicaba
Árbitro – 
Vinicius Furlan
Auxiliares – Vicente Romano Neto e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Adicionais – Flávio Rodrigues Guerra e Adriano de Assis Miranda
Quarto árbitro – Daniel Carlos Luciano Fernandes
Gols – Alan Kardec aos 14’/1T (SEP), Cafú aos 32’/1T (XV) e França aos 38’/2T
Cartões Amarelos – 
Wellington, Lúcio, França, Juninho (SEP), Danilinho, Macena (XV)
Público – 
11774 torcedores
Renda – 
R$493.840,00

XV de Piracicaba – Márcio, Paulo Henrique, Leonardo Luiz, Pitty, Aelson (Fabiano), Adilson Goiano, Rodolfo, Danilo Sacramento (Pipico), Gilsinho (Danilinho), Cafú e Macena. Técnico Edison Só

Palmeiras – Fernando Prass, Wendel, Lúcio, Wellington, Juninho, Marcelo Oliveira, Wesley (Mendieta), Mazinho (Diogo), Marquinhos Gabriel, Leandro (França) e Alan Kardec . Técnico Gilson Kleina

1 comentário

  1. toni em 06/02/2014 às 15:20

    XVzão garfado, novamente. Jogou muito mais bola. Parabéns ao time.

Deixe um comentário