14º Salãozinho terá 225 trabalhos em exposição

Algumas esculturas inscritas nesta edição

Na última quinta-feira, 07, a comissão de seleção e premiação do 14º Salãozinho de Humor de Piracicaba se reuniu para escolher entre os 320 trabalhos pré-selecionados, os 225 que serão expostos a partir do dia 27 de agosto, no Engenho Central. Os premiados também foram definidos, mas serão anunciados no mês de outubro, durante solenidade com data a ser divulgada. Os primeiros, segundos e terceiros colocados de cada categoria – estudantes de 7 a 10 anos e de 11 a 14 anos – serão contemplados, dessa vez, com bicicletas, skates e patinetes, a fim de incentivá-los a uma vida mais ativa.

Das 225 obras, 25 correspondem a esculturas. Nesta 14ª edição do evento, o júri de seleção final e premiação foi formado por Fábio San Juan, artista gráfico, ilustrador editorial e professor de história da arte licenciado pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas); Camila Daniele Santos, professora de arte do Estado de São Paulo desde 2004 e arte-educadora; e Erasmo Spadotto, cartunista piracicabano.

Para Spadotto os trabalhos recebidos este ano continuaram com um nível muito bom; segundo ele, os estudantes se voltaram bastante às situações atuais pelas quais o Brasil está passando, como as relacionadas ao cenário político dos últimos tempos e as epidemias de dengue e Zika Vírus. “Mas recebemos também muitas caricaturas, entre elas estão personagens do Chaves, a Dilma Rousseff, Frida Kahlo, Amy Winehouse e até mesmo o cantor sertanejo José Rico, que morreu recentemente, foi bastante explorado neste segmento”, disse.

Na opinião de Camila a missão de selecionar os desenhos para compor a exposição e definir os premiados foi muito desafiadora. “É uma experiência inédita para mim, nunca fiz parte do júri, mas sempre tive curiosidade. A qualidade dos trabalhos está muito boa, e nós, educadores, que trabalhamos com crianças no nosso dia a dia, conseguimos ver, sentir os estudantes por trás dos desenhos, o que dificultou ainda mais a eliminação de alguns trabalhos”, observou.

San Juan também partilha a mesma opinião de Camila. “É difícil selecionar porque percebemos a criança envolvida com o desenho, mas como não podemos deixar todos temos que fazer esse trabalho ‘ingrato’ de eliminar alguns, mas estão todos de parabéns”, afirmou. O artista gráfico também destacou peculiaridades que foram observadas na maioria dos desenhos inscritos. “Por mais que os estudantes tenham recebido orientações de professores, dos pais, na maior parte dos trabalhos eles se expressaram à sua maneira, com características próprias, com a linguagem deles, e ao mesmo tempo usaram muitos recursos gráficos possíveis de serem utilizados”, concluiu.

O Salãozinho de Humor de Piracicaba procura difundir o desenho como instrumento de conhecimento mediado pelas relações entre a arte e educação, além de fomentar o desenvolvimento de novos artistas e incentivar a formação de um público que esteja mais familiarizado com o universo do humor gráfico. O projeto conta com importantes parceiros: Secretaria Municipal da Educação, Diretoria de Ensino/Região de Piracicaba e Secretaria da Educação do Estado.

O 14º Salãozinho recebeu 3.169 desenhos de estudantes entre 7 e 14 anos das redes municipal, estadual e particular de ensino, de dez cidades do Estado de São Paulo; também de Santa Catarina e Rio de Janeiro.

O evento é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural) e pelo CEDHU.

INSCRIÇÕES ABERTAS – Estão abertas até o dia 22 de julho as inscrições para o 43º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. As categorias em cena são cartum, charge, caricatura, tiras/HQ (histórias em quadrinhos) e tema mobilidade. A premiação soma R$ 55 mil. O regulamento na íntegra e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do evento:salaointernacionaldehumor.com.br.

Deixe um comentário