Agrisus completa 12 anos

A Agrisus, entidade sem fins lucrativos, completa, em 24 de abril, 12 anos de atividades. É a única Fundação no Brasil que trabalha exclusivamente com recursos privados no apoio a projetos voltados à melhoria e conservação do solo, à sustentabilidade das atividades rurais, em benefício da sociedade como um todo, da qual fazem parte tanto produtores quanto consumidores.

Idealizada por iniciativa da família do engenheiro agrônomo Fernando Penteado Cardoso, fundador do Grupo Manah (fertilizantes e gado de corte) e seu diretor e presidente de 1947 a 2000, a Fundação é presidida, desde outubro de 2011, por Antonio Roque Dechen, professor da ESALQ e vice-reitor Executivo de Administração da Universidade de São Paulo. Seu Conselho de Curadores é integrado por engenheiros agrônomos, tendo como presidente Fernando Penteado Cardoso Filho, ex-presidente da Manah.

“O sonho semeado pela família Cardoso teve grande sucesso. Seus objetivos de estimular a capacitação e aperfeiçoamento profissional, bem como incentivar a pesquisa agronômica e a extensão rural, desenvolvendo e difundindo tecnologias destinadas a otimizar a fertilidade da terra de forma sustentável e favorável ao meio ambiente, foram alcançados pelos mais de 1.100 projetos recebidos pela Fundação”, afirma Roque Dechen. Desde o início das atividades, até março/2013, 587 propostas receberam apoio financeiro da entidade.

Para pleitear os recursos é preciso submeter esses projetos à apreciação da equipe técnica da Fundação. No site www.agrisus.org.br estão disponíveis as informações sobre como proceder. “O convênio com a Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz para o controle operacional desses projetos, tendo como secretário executivo o engenheiro agrônomo Ondino Bataglia, ex-diretor do IAC, consolida e amplia os horizontes da Fundação Agrisus”, completa o presidente.

Fernando Penteado Cardoso, fundador e presidente honorário, costuma mencionar: “A terra, como já disseram, é um bem que tomamos emprestado daqueles que nos sucederão”. A Fundação Agrisus apoia e espera o comprometimento de todos com a conservação do solo, enfatizando a frase de Arthur Torres Filho, em 1910, e adaptada por Roque Dechen: “O Solo é a Pátria, cultivá-lo é engrandecê-la e garante a sustentabilidade e a vida”.

Deixe um comentário