Águas do Mirante utiliza câmera de vídeo dentro da rede coletora de esgoto para manutenção do sistema

Para agilizar a detecção de irregularidades existentes na rede coletora de esgoto, a Águas do Mirante utiliza uma câmera de vídeo que é conectada a um computador e registra, em tempo real, a parte interna da tubulação por meio vídeo e também fotos. O equipamento já facilitou a identificação dos problemas de entupimento da rede, o que é muito comum na rotina dos técnicos da empresa.

Durante o atendimento, uma sonda com capacidade de até 120 metros é conectada à câmera e lançada pela tubulação da rede de esgoto que permite visualizar qualquer anormalidade, desde lixo acumulado, restos de comida ou gordura nas paredes dos tubos até ligações clandestinas de esgoto em galeria pluvial ou ligação irregular de água de chuva. São casos, sobretudo, que impedem a passagem do esgoto e provocam, consequentemente, o extravasamento ou exigem a manutenção na rede.

Para o encarregado Adnilson de Jesus Estainiga, que utiliza a câmera com frequência, o equipamento facilita muito o dia a dia na empresa. “A imagem é nítida e permite que seja identificado o problema mais rapidamente”, ressalta. No uso da câmera, o encarregado conta que faz fotos de onde a câmera está dentro da tubulação e esse material é utilizado para auxiliar a equipe de obras. Além disso, as imagens também detectam a vida útil e condições da tubulação. Além de auxiliar a rotina de trabalho, a câmera confere mais eficiência na manutenção, pois a abertura da vala, por exemplo, é feita no local exato identificado pelo equipamento. Esse fator também contribui na redução do impacto da obra aos clientes.

Deixe um comentário