Aumento do preço da Cesta Básica

imagesO preço médio da Cesta Básica de Piracicaba ICB – ESALQ/FEALQ, calculado pela EJEA, para o mês de janeiro, apresentou variação de 0,98% em relação ao mês anterior, passando de R$ 409,43 para R$ 413,45.

A categoria Alimentos e Higiene apresentaram variações de 0,92%, passando de R$ 332,72 para R$ 335,77 e de 0,95%, passando de R$ 34,34 para R$ 34,67, respectivamente. A categoria Limpeza Doméstica apresentou aumento de 1,53%, passando de R$ 42,37 para R$ 43,01. Os produtos que apresentaram variações mais relevantes foram o Frango e a Batata.

O frango apresentou redução de 6,81%, passando de R$ 5,10 para R$ 4,76 o quilo. Após as altas enfrentadas nos últimos meses, pelo segundo mês consecutivo a carne apresenta comportamento de queda. Segundo o CEPEA – ESAL/USP, o fator sazonal proporcionado pelo aumento dos gastos no início do ano associado ao período de férias escolares atua na diminuição da demanda pela ave, pressionando os preços. Além disso, segundo o mesmo órgão, o aumento do alojamento de pintainhos em outubro e a diminuição da exportação de frango contribuíram com o desequilíbrio entre oferta e demanda. De acordo com o Portal do Agronegócio, os custos vem exercendo menor pressão sobre a produção, no entanto, o setor ainda é prejudicado pelas empresas que desconhecem as limitações do mercado no início do ano e não regulam a produção.

A batata apresentou queda de 13,87%, passando de R$ 2,60 para R$ 2,24 em janeiro. As condições climáticas tiveram forte influência na oferta de batata no mercado. De acordo com o site Hortifruti Brasil, as chuvas foram mais volumosas nas lavouras de batata, que chegaram a prejudicar a colheita em regiões produtoras do Paraná, como em Guarapuava. Mesmo ocorrido essa redução na colheita de batata na região paranaense, os preços não chegaram a subir ligeiramente porque outras importantes regiões produtoras, como Sul de Minas e Triângulo Mineiro, têm ofertado bons volumes do produto no mercado.

Deixe um comentário