Cesta básica volta a subir

O preço médio da Cesta Básica de Piracicaba ICB – ESALQ/FEALQ, calculado pela Empresa Júnior de Economia e Administração (EJEA), para a semana encerrada no dia 19 de abril de 2016, aumentou 1,70% em relação à semana anterior, passando de R$ 537,94 para R$ 547,11.

A categoria Alimentos aumentou 2,23%, passando de R$ 435,42 para R$ 445,12. A categoria Limpeza Doméstica cresceu 1,45%, passando de R$ 53,08 para R$ 53,86. A categoria Higiene diminuiu 2,62%, passando de R$ 49,44 para R$ 48,14. Os produtos destacados nessa análise são a batata e os ovos.

A batata subiu 10,77%, passando de R$ 4,52 para R$ 5,01/kg. De acordo com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA) – ESALQ/USP, a alta foi causada pela diminuição da oferta, devido às chuvas nas regiões produtoras de Guarapuava (PR) e em Água Doce (SC) e pelo intervalo de colheita na região da Chapada Diamantina (BA). O aumento do preço ocorreu apesar da redução na renda causada pela atual crise econômica do País.

O preço médio dos ovos aumentou 7,95%, passando de R$ 5,97 para R$ 6,44/dúzia. Esse aumento pode ser atribuído ao crescimento das exportações, principalmente para o Japão (680 toneladas), país que se beneficiou com a definição do certificado sanitário para exportações de produtos alimentícios, de acordo com o Ministério da Agricultura. A consequente diminuição da oferta no mercado doméstico contribuiu para o aumento nos preços.

Deixe um comentário