Comitiva chinesa esteve em Piracicaba para visitar a Bioagri

Uma comitiva com representantes das principais indústrias de agroquímicos da China esteve em Piracicaba na última quarta-feira, 20, para conhecer as instalações da Unidade de Negócios de Agroquímicos da Bioagri – a Mérieux NutriSciences Company. O objetivo do evento foi o de apresentar aos visitantes os serviços prestados na área de análise para registro de produtos agroquímicos no Brasil, bem como as instalações da empresa, que é referência mundial para o segmento.

O grupo esteve em São Paulo para participar da maior feira do setor realizada no Brasil. Ao todo, estiveram presentes em Piracicaba 14 profissionais de oito das principais empresas chinesas e eles puderam conhecer as instalações do laboratório responsável pelas análises e estudos para registro e controle de qualidade de produtos agroquímicos.

Além da presença de Luis Fernando Maida, diretor-presidente do Grupo Bioagri para o Brasil e América Latina, do corpo diretivo e de especialistas de diversas áreas da empresa, a programação contou ainda com a presença de Túlio de Oliveira, diretor executivo da Aenda – Associação Brasileira dos Defensivos Genéricos, que apresentou o cenário do mercado nacional para defensivos agrícolas.

“Ao conhecer a infraestrutura e a tecnologia do laboratório, os visitantes puderam entender como a Bioagri assegura a qualidade e a segurança dos agroquímicos registrados e utilizados nas lavouras do Brasil”, conta a consultora de comércio exterior da empresa, Luana Sousa.

“O interesse da China em investir no Brasil é muito grande, já que nosso país é um dos mais fortes na área agrícola”, ressalta Edivan Tonhi, diretor-técnico da Bioagri Unidade Agroquímicos.

“Estreitar o relacionamento e fazer parcerias internacionais vai ao encontro dos objetivos estratégicos da empresa. Para nós é uma grande satisfação receber a comitiva chinesa no Brasil e apresentar o que há de mais moderno em serviços de análise em agroquímicos”, declara Luis Fernando Maida, diretor-presidente do Grupo Bioagri Brasil e América Latina.

Deixe um comentário