Diocese celebra dez anos do pastoreio de Dom Fernando Mason

Dom Fernando em celebração de ordenação presbiteral 07.06.2015 - Foto Rosiley LourençoDom Fernando em celebração de ordenação presbiteral 07.06.2015 - Foto Rosiley LourençoNa próxima sexta-feira, 24 de julho, Dom Fernando Mason completa dez anos à frente da Diocese de Piracicaba. Dom Fernando é o 5º bispo de nossa diocese.  Depois de ter exercido por seis anos o ministério episcopal à frente da Diocese de Caraguatatuba, o então papa, hoje emérito, Bento XVI o transferiu para Piracicaba. Ele iniciou seu ministério no dia 24 de julho de 2005, quando tomou posse em celebração solene na Catedral Santo Antônio. Seu lema episcopal é “Christus factus obediens” – “Seguir Cristo feito obediente”.

Na diocese, Dom Fernando tem sob sua administração apostólica 68 paróquias, distribuídas em 15 municípios, totalizando uma população estimada em 1 milhão de habitantes. Ao longo de dez anos, criou onze paróquias, ordenou onze padres diocesanos e 26 leigos como diáconos permanentes, instituiu a celebração da concentração diocesana e criou o jornal mensal “Em Foco”, atualmente com tiragem de 40 mil exemplares e distribuição em todas as paróquias da diocese.

Dom Fernando também definiu a Revisão Ampla, processo de reestruturação pastoral e administrativa da diocese, com implementação do 6º Plano Diocesano de Pastoral, criou as comissões diocesanas para agrupar as pastorais e movimentos. Reformou o Seminário Propedêutico Imaculada Conceição, no bairro Nova Suíça, em Piracicaba, construiu o novo Seminário Filosófico São João XXIII e o Seminário Teológico São José, ambos em Campinas, e restaurou o antigo prédio do Lar Franciscano de Menores, localizado na avenida Independência, 1146, em Piracicaba, onde hoje estão a Cúria Diocesana, a Pasca (Pastoral do Serviço da Caridade) e o Centro Diocesano de Pastoral.

HOMENAGEM

Em homenagem aos dez do episcopado de Dom Fernando Mason, à frente da Diocese, a Câmara de Vereadores de Piracicaba concedeu ao bispo o Título de Cidadão Piracicabano. A iniciativa do vereador Paulo Sérgio Camolesi (PV) foi aprovada por unanimidade pelos parlamentares em reunião ordinária ocorrida no dia 29 de junho. A data da entrega da honraria ainda não foi definida.

Além do Título de Cidadão Piracicabano, Dom Fernando também receberá uma moção de aplausos de autoria do vereador Matheus Erler, presidente da Câmara de Piracicaba.

 

 

BREVE BIOGRAFIA DE DOM FERNANDO MASON

Dom Fernando nasceu em 21 de janeiro de 1945 em Loreggia, na Província de Pádua, Itália. Filho dos lavradores Florindo Mason e Ângela Piccolo Mason, é o oitavo de nove filhos do casal. Batizado em 28 de janeiro, recebeu o nome de Ernesto Ferdinando Mason. Mais tarde, ao tornar-se frade, adotou o nome de Fernando. Em 1955, iniciou sua vocação à vida religiosa, entrando no seminário franciscano. Em 1961, no Convento Santo Antônio, em Pádua, fez o noviciado.

Em 26 de setembro de 1962 fez sua primeira profissão religiosa como franciscano da Ordem dos Frades Menores Conventuais. No ano de 1970, foi ordenado diácono pelo franciscano-capuchinho Dom Gerolamo Bordignon, bispo de Pádua e, em 3 de abril de 1971, com 26 anos, foi ordenado sacerdote, também por Dom Gerolamo, na Basílica de Santo Antônio, em Pádua. Um ano depois, em 21 de junho de 1972, embarcou no porto de Gênova com destino ao Brasil, chegando ao porto de Santos no dia 4 de julho.

No Brasil iniciou sua missão franciscana na cidade de Guaíra (PR) e também exerceu várias funções pela congregação.  Em 3 de março de 1999 foi nomeado, pelo Papa São João Paulo II, primeiro bispo da Diocese de Caraguatatuba. E, em 25 de maio de 2005, foi transferido para Piracicaba pelo Papa Emérito Bento XVI. Sua posse canônica ocorreu no dia 24 de julho, na Catedral Santo Antônio, quando se tornou o 5º bispo da Diocese de Piracicaba.

 

10 REALIZAÇÕES EM 10 ANOS À FRENTE DA DIOCESE DE PIRACICABA

 

1 – PARÓQUIAS
O crescimento demográfico e populacional das 15 cidades que compõem a diocese levou à criação de novas paróquias. Em dez anos de trabalho pastoral, Dom Fernando criou onze paróquias, sendo que a primeira delas foi a Paróquia Imaculado Coração de Maria, em Rio Claro, em 7 de julho de 2006 e a mais recente, a Paróquia São João Batista Precursor, em Piracicaba, em 26 de outubro de 2014.

 

2 – ORDENAÇÕES

 

Com a graça de Deus é grande o número de jovens vocacionados em nossa Igreja Particular. Atualmente são 25 jovens seminaristas que estão na caminhada de formação vocacional. A formação conta com a presença constante de Dom Fernando, que em uma década ordenou onze padres diocesanos, sendo o primeiro deles, padre Aparecido Barbosa, em 16 de julho de 2006 e no domingo, 7 de junho, os presbíteros José Geraldo Campos Penido e Reginaldo Aparecido Brandão. Também foram ordenados pela imposição das mãos do bispo 26 leigos como diáconos permanentes em 23 de fevereiro em 2014.

 

3 – CONCENTRAÇÃO DIOCESANA
Dom Fernando instituiu a celebração da Concentração Diocesana. A primeira aconteceu em 3 de junho de 2007 e reuniu milhares de pessoas vindas de todas as paróquias que compõem a diocese, no Ginásio Municipal Valdemar Blatkauskas, em Piracicaba. A última Concentração Diocesana aconteceu em 7 de junho de 2014, no Engenho Central de Piracicaba, na celebração dos 70 anos de criação e instalação da diocese. O evento reuniu 20 mil pessoas.

 

4 – JORNAL “EM FOCO”
Com o propósito de ampliar ainda mais a comunicação da diocese, Dom Fernando propôs a criação do jornal “Em Foco”, em substituição ao boletim “Diocese em Comunicação”. A primeira publicação do novo jornal ocorreu em dezembro de 2006, tendo oito páginas e uma tiragem de 20 mil exemplares. Com o crescimento da diocese pela criação de novas paróquias e intensa participação das diversas pastorais e movimentos, sentiu-se a necessidade de ampliar o número de páginas. Atualmente o jornal tem 12 páginas e sua tiragem chega a 40 mil. A publicação é distribuída gratuitamente nas 68 paróquias da diocese.

 

5 – REVISÃO AMPLA E PLANO DE PASTORAL
Dentro da proposta pastoral de Dom Fernando, ocorreu entre os dias 24 e 26 de outubro 2008 a assembleia diocesana que definiu a Revisão Ampla e a elaboração do 6º Plano Diocesano de Pastoral. Ainda como parte da ação, houve a reestruturação pastoral e administrativa e a criação das comissões diocesanas. Hoje são seis comissões diocesanas, onde estão inseridas as diversas pastorais e movimentos da diocese.

 

6 – SEMINÁRIOS
Uma das prioridades de Dom Fernando é a formação permanente das vocações sacerdotais. Como “pai” acompanha de perto a formação de todos os seminaristas. E visando sempre a qualidade e o bem-estar dos futuros sacerdotes para a diocese, decidiu construir um novo seminário. Assim sendo, ocorreu em 2007 a cerimônia de bênção e lançamento da pedra fundamental para a construção do novo Seminário Filosófico “São João XXIII” e o Seminário Teológico “São José”, em um terreno na cidade de Campinas, próximo à PUC (Pontifícia Universidade Católica). É na instituição que os seminaristas fazem os estudos filosóficos e teológicos. O seminário foi inaugurado em 21 de abril de 2009, em celebração presidida pelo então Núncio Apostólico Dom Lorenzo Baldisseri. Dom Fernando também reformou o Seminário Propedêutico “Imaculada Conceição”, no bairro Nova Suíça, em Piracicaba.

 

7 – CENTRO DIOCESANO DE PASTORAL
Outra ação significativa de Dom Fernando foi a restauração do antigo prédio do Lar Franciscano, em 2011. O prédio construído em 1950 é tombado pelo Condepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural) de Piracicaba. O local com aproximadamente 8.500 metros quadrados abriga hoje a Cúria e o Centro Diocesano de Pastoral, a Escola Diaconal “São Filipe”, a Escola de Teologia para Leigos desde 2013, além de diversas salas destinadas às pastorais e movimentos diocesanos. Em anexo ao prédio também está a Pasca (Pastoral do Serviço da Caridade) com as suas diversas UPS’s (Unidades Prestadoras de Serviço). O Centro Diocesano de Pastoral fica na avenida Independência, 1156, em Piracicaba.

 

8 – FORMAÇÃO PRESBITERAL
Desde o início do seu ministério, Dom Fernando incentiva o clero diocesano a aprimorar o conhecimento acadêmico dentro de vários temas pertinentes à Igreja, como Liturgia, Direito Canônico, Bioética, Dogmas, entre outros estudos eclesiásticos, enviando padres para o estudo de mestrado e doutorado a Roma, cidade centro de estudos da catolicidade há mais de 2.000 anos. Já estudaram em Roma os padres: Marcelo Sales, Adalton Roberto Demarchi, Agnaldo Rogério dos Santos e Claudemir Aparecido da Rocha. Atualmente está na Itália, cursando mestrado, padre Kleber Fernandes Danelon e em agosto se juntará a ele, padre Anselmo Cardoso Martiniano.

 

9 – VISITA PASTORAL
Um momento de Graça nos dez anos de pastoreio foi a Visita Pastoral realizada por Dom Fernando no período compreendido entre 2012 e 2014 às 68 paróquias que estão distribuídas pelos 15 municípios que compõem a Diocese de Piracicaba. Como a diocese é dividida em sete regiões pastorais, em 2012 a primeira a receber o Pastor foi Santa Bárbara, seguida por Rio Claro. No ano seguinte foi a vez das regiões São Pedro e Capivari. No ano jubilar dos 70 anos da diocese, o bispo visitou as paróquias das três regiões pastorais de Piracicaba. Durante a Visita Pastoral, Dom Fernando celebrou missas e reuniu com agentes das mais diversas pastorais e movimentos. As celebrações e os encontros reuniram milhares de leigos de nossa diocese.

 

10 – MISSÃO PERMANENTE
Como nos diz o Papa Francisco, “quero que a Igreja saia às ruas”, Dom Fernando adotou em 2006, na diocese, o Plano de Missão Permanente, que tem como foco principal, a vivência em pequenas comunidades, como faziam os primeiros cristãos. O livro dos Atos dos Apóstolos 2,42 nos diz que “Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião fraterna, na fração do pão e nas orações”. O leigo que aceita o chamado para o trabalho da missionariedade, após o período de formação, passa a acompanhar famílias, que juntas realizam uma catequese permanente, a partir de encontros nas casas, chamadas “pequenas comunidades”. Atualmente a Missão Permanente está presente em 15 paróquias da diocese e envolve mais de 500 leigos missionários.

 

 

Deixe um comentário