Diocese inicia Jubileu da Misericórdia com missa solene na Catedral Santo Antônio

O papa Francisco anunciou o Ano da Misericórdia por meio da Bula de Proclamação Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia). O Jubileu teve início na última terça-feira, 8 de dezembro, Festa da Imaculada Conceição, e se concluirá no dia 20 de novembro de 2016, com a Solenidade de Jesus Cristo Rei do Universo. Na terça-feira, o Sumo Pontífice fez a abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro, no Vaticano.

No próximo dia 13 de dezembro, na celebração do terceiro domingo do Advento, o Papa Francisco fará a abertura da Porta Santa da Basílica de São João de Latrão, em Roma. No mesmo dia as catedrais do mundo também irão abrir suas portas, simbolizando a unidade da Igreja e a acolhida misericordiosa ao povo. “Esta fonte nunca poderá esgotar-se, por maior que seja o número daqueles que dela se abeirem. Sempre que alguém tiver necessidade poderá aceder a ela, porque a misericórdia de Deus não tem fim”, lembra Francisco.

Na Diocese de Piracicaba, a abertura da Porta Santa ocorrerá também dia 13, às 15h, na Catedral Santo Antônio, durante missa solene presidida pelo bispo diocesano Dom Fernando Mason e concelebrada pelos demais presbíteros da nossa Igreja Particular. A celebração deverá contar com a participação expressiva dos fiéis dos 15 municípios que compõem a diocese. Toda Igreja é chamada a participar deste momento de união universal.

A programação diocesana do Jubileu da Misericórdia foi anunciada na tarde desta quinta-feira (10), durante coletiva de imprensa, na Catedral Santo Antônio. Participaram da coletiva o bispo diocesano, Dom Fernando Mason, o coordenador diocesano de Pastoral, padre Aparecido Barbosa e o pároco da Catedral, padre  Ronaldo Francisco Aguarelli. O Jubileu nos chama a agir movidos pelo jeito de Deus. Ele que é misericórdia”, lembrou o bispo.

Embora, 8 de dezembro tenha sido estabelecida como data oficial do início do Ano Santo da Misericórdia, o papa Francisco durante a sua 11º viagem apostólica à África, ocorrida de 26 a 30 de novembro, fez a abertura da primeira Porta Santa na Catedral Nossa Senhora da Conceição em Bangui, capital da República Centro-Africana, no domingo, 29 de novembro. “Hoje Bangui se transforma na capital espiritual do mundo. O Ano Santo da Misericórdia chega antes a esta terra, uma terra que há muitos anos sofre com a guerra, o ódio, a incompreensão, a falta de paz”, disse o Pontífice antes de abrir a Porta Santa.

É importante ressaltar que Francisco escolheu 8 de dezembro para marcar o início do Ano Santo da Misericórdia, porque foi nesta data, em 1965, que o papa Paulo VI concluiu o Concílio Vaticano II. Este fato tem significado especial para o Jubileu, encorajando a Igreja a prosseguir a obra iniciada no Concílio. A proclamação deste Ano Santo quer colocar em evidência que a Igreja tem a missão de ser testemunha da misericórdia de Deus no mundo.

 PORTA SANTA NAS REGIÕES PASTORAIS DA DIOCESE

Portas Santas serão abertas também em cada Região Pastoral, a partir do quarto Domingo do Advento. Enquanto na Catedral Santo Antônio a celebração do Ano Santo perdurará por todo ano de 2016, em nível de Região Pastoral a celebração se concentrará no primeiro semestre em dois momentos: na valorização das confissões comunitárias ao longo da quaresma e na realização de uma peregrinação de cada paróquia até a Igreja Jubilar da Região Pastoral.

 

Deixe uma resposta