Índice de Confiança no Varejo de Piracicaba está em alta

O ICV-P (Índice de Confiança no Varejo de Piracicaba), calculado pela Ejea (Esalq Jr. Economia e Administração) em parceria com a Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), registrou 70,01 pontos no trimestre fechado em outubro, o que representa incremento de 0,72% em relação aos meses de julho, agosto e setembro, quando foram computados 69,51 pontos.
 Apesar do aumento dos juros e inflação em alta, que tornam o crédito mais caro e os preços mais elevados, os números levantados pelo ICV-P revelam otimismo dos varejistas em relação ao setor no trimestre e podem ser turbinados por dois itens importantes, segundo Angelo Frias Neto, presidente da Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba).
  “Além da chegada do 13° salário, que segundo o Banco de Dados da Unimep vai injetar cerca de R$ 400 milhões na economia da cidade, ainda temos emprego positivo no acumulado no ano”, diz.
 Angelo refere-se aos dados do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego) do Ministério do Trabalho e Emprego, que aponta um acumulado de 1.444 vagas positivas no ano, sendo a maior parte dessas vagas criadas pelos segmentos de serviços e agropecuária.
 “Ainda não podemos falar de retomada econômica, mas a chegada do 13º salário faz, tradicionalmente, com que a maioria dos inadimplentes acerte suas dívidas, recupere o crédito e volte a consumir, o que sinaliza com um final de ano mais aquecido”, avalia Angelo Frias.
A análise de Angelo é compartilhada por  Flávio Calife, economista da Boa Vista SCPC, empresa detentora do maior banco de dados sobre crédito do Brasil , que acredita que o país deva fechar o ano com um Natal melhor em vendas em relação ao ano passado. Em relatório divulgado recentemente, a Boa Vista ressalta que a percepção de melhoria e otimismo por parte do consumidor surpreende em um contexto de relativa instabilidade, de desaquecimento do mercado de trabalho e de menor concessão de crédito.
 “Já notamos uma reação no mercado no Dia das Crianças. As vendas passaram dos 4%, ficaram em 4,08%, dentro do patamar que projetamos, de até 4,6%, e já bem melhores do que as verificadas no Dia dos Namorados, quando o crescimento foi de 1,8%, e do Dia dos Pais, crescimento de 3,8%”, acrescenta Angelo Frias Neto.
ICV-P
O indicador tem o objetivo de divulgar aos empresários, setor público e sociedade as expectativas dos lojistas em relação à economia regional, ao segmento em que atuam e às suas próprias empresas.

Deixe um comentário