Manifestantes vão à rua

O movimento Pula Catraca, formado por pessoas que são contra o aumento da tarifa de ônibus em Piracicaba, realizou por volta das 17h30 de terça-feira (18) uma passeata pela Avenida Doutor Paulo de Moraes, que seguiu em direção ao Terminal Central de Integração.

Cerca de 500 pessoas participaram, saindo de frente da Prefeitura, após cancelamento de uma reunião, que aconteceria às 17h, com o prefeito Gabriel Ferrato. No encontro, que havia sido solicitado pelo Executivo, seriam discutidas medidas de segurança para o protesto que o movimento planeja realizar na tarde de quinta-feira (20), também no TCI, contra o aumento da passagem, que foi de R$ 2,60 para R$ 3,00.

Como a audiência não aconteceu, o Pula Catraca queria que o prefeito descesse até o estacionamento para conversar com os manifestantes. Porém, a Prefeitura propôs que um grupo de no máximo oito representantes subisse ao 11º andar do Centro Cívico para dialogar com o chefe do Executivo. Diante do impasse, o movimento decidiu iniciar a passeata pela avenida.

Os participantes do protesto usaram cartazes, apitos e instrumentos musicais no percurso. “O trânsito tá parado? Culpa do Ferrato”, gritaram os manifestantes, entre outras frases.

Deixe um comentário