Padre ferido com facadas retorna às atividades

O monsenhor Jamil Nassif Abib, pároco da Catedral de Santo Antônio e vigário-geral da Diocese de Piracicaba (SP), retomou as atividades pastorais durante o fim de semana, 55 dias depois de ser esfaqueado enquanto celebrava uma missa na catedral. Ele já participou de uma missa no sábado (13) à noite. A informação foi divulgada apenas nesta segunda-feira (15) pela assessoria de comunicação da Diocese.

“Agradeço a solidariedade manifestada das mais variadas formas, sobretudo nas orações que, por certo, foram fundamentais para o pleno restabelecimento da minha saúde”, disse o monsenhor, via assessoria. Com 72 anos, o religioso foi ferido no tórax e na cabeça e ficou cinco dias internado na Santa Casa de Piracicaba em recuperação. Desde então, ele se manteve em repouso domiciliar.

Logo após o ataque na igreja, no dia 19 de agosto, a Guarda Municipal prendeu Luiz Fernando Gonçalves, de 24 anos, pelo atentado. O rapaz entrou pela porta lateral da igreja e, sem motivo aparente, correu pela capela e esfaqueou o padre no momento em que o religioso estava na parte de baixo do altar conduzindo o sermão.

Deixe um comentário