Prefeitura lança 3ª campanha de conscientização por um trânsito mais seguro

download (2)A Prefeitura de Piracicaba, através da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran) lançou a 3ª campanha de conscientização por um trânsito mais seguro. Dessa vez dois temas estarão inseridos na campanha, que é chamar a atenção dos motoristas para o perigo de usar o celular ao dirigir e a necessidade do uso do cinto de segurança. A duas edições anteriores focaram no pedestre e  motociclistas. Participaram do lançamento o prefeito Gabriel Ferrato, o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Jorge Akira, diretores da agência responsável pela campanha, a Quatro Talentos e parceiros da campanha (Simespi, Cerest, Faculdade Anhanguera, Polícia Militar, Aversa e Detran).
A campanha terá duração de 3 meses, com a possibilidade de ser estendida. O  público-alvo será na faixa etária de 18 a 39 anos. Entre as ações programadas estão divulgação pelo facebook, e-mails, hotsite, cartazes, flyers e blitz no trânsito.
O secretário de Trânsito explica que para cada campanha de conscientização no trânsito são escolhidos temas relacionados ao maior índice de desrespeito às regras do Código de Trânsito Brasileiro. Diz que neste ano serão abordados o desrespeito ao uso do cinto de segurança e do uso de telefone celular, neste caso, agravado pelo uso de aplicativo de mensagens. São os dois artigos onde houve o maior índice de desrespeito. Este trabalho está inserido nas premissas da resolução da ONU denominada de “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” – 2011 – 2020.
Akira diz que engenharia, fiscalização e campanhas são os pilares que norteiam as ações do Governo Gabriel Ferrato para diminuição dos acidentes na malha viária urbana de Piracicaba. “Estas ações já produziram resultados
positivos, com a redução de 16,8% no número de acidentes com vítimas
entre os anos de 2013 e 2014”.
Entretanto, para continuidade da diminuição de acidentes, ressalta o secretário, “há necessidade de campanhas permanentes de conscientização, pois a pressa do dia a dia, o jeitinho e o desrespeito às regras invariavelmente se traduzem em acidentes”.
Segundo o secretário, em relação ao uso do celular ao dirigir, a campanha visa chamar a atenção para práticas que, muitas vezes, “passam despercebidas”, mas que podem gerar distrações responsáveis por colisões, perda de controle da direção, entre outros incidentes. Ligar, enviar e ler mensagens ou acessar a internet enquanto se dirige são alguns exemplos de comportamentos que serão abordados nas ações.
De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o uso de celular e similares aumenta em até 400% o risco de acidentes no trânsito. No Brasil, esta é a quarta maior causa de tais ocorrências. Além disso, o uso desses aparelhos à direção é considerado infração e, portanto, acarreta perda de pontos na carteira de habilitação e multa no valor de R$ 85,13.
Sobre o uso de cinto de segurança, o secretário cita dado da Sociedade Brasileira de Traumatologia, que diz que o uso do cinto de segurança, que é obrigatório, reduz em 75% o risco de mortes e lesões graves em acidentes.
“O uso de cinto é essencial e obrigatóriio, tanto para os motoristas quanto para os passageiros. Mas muita gente ignora, assim como outras normas de trânsito, fato que é responsável por tragédias e acidentes de trânsito. Precisamos sempre reforçar esse cuidado, visto que a maioria das pessoas ainda insiste em agir de maneira errada”, enfatizou Jorge Akira.
O prefeito observou que esta nova abordagem e metodologia da campanha é muito importante, pois permitirá que sua abrangência seja maior. Destaca que este é o 3º ano da campanha de trânsito e as duas anteriores apresentaram resultado satisfatório, mas o número de acidentes de trânsito ainda preocupa.
Ferrato ressalta que assim como as campanhas anteriores, esta campanha é um investimento na vida humana. Observa que por mais que a prefeitura tenha investido em infraestrutura viária, os problemas aparecem e o volume de veículos cresce a cada ano. “A conscientização e a educação são essenciais para que tenhamos um trânsito mais harmonioso e seguro”.

Deixe um comentário