Prefeitura prossegue com reforma da passarela pênsil

imagesA Secretaria Municipal de Obras dá continuidade aos trabalhos de recuperação da Passarela  Pênsil. A empresa Bema, responsável pela obra, executa o serviço de pintura nos corrimãos e torres metálicas.

O trabalho de recuperação da passarela terá também a troca de peças e reforço das estruturas  preservando as características da construção. Para a execução desses reparos, a Semob teve auxílio do Laboratório de Madeira da USP de São Carlos, que participou do projeto inicial da ponte. A equipe desenvolveu prospectos de novas peças que são utilizadas pela empresa Bema, para dar mais durabilidade para a ponte. A previsão de término dos trabalhos é no primeiro trimestre de 2014, devido à necessidade de recuperação das peças de ferro do encaixe da estrutura da ponte

A recuperação da passarela contempla a construção de estrutura de proteção da ancoragem dos cabos na extremidade da avenida, semelhante à existente no lado do Engenho, tratamento contra ferrugem e pintura das torres metálicas, recuperação e pintura do guarda corpo, manutenção dos quatro pilares de madeira dispostos no acesso da avenida, substituição de algumas peças de treliças e troca das duas camadas do tabuleiro de madeira.

A passarela pênsil foi inaugurada em 15 de dezembro de 1992. Ela tem 72 metros de extensão e sua estrutura é sustentada por cabos de aço e madeiramento. É considerada uma obra de arte da engenharia, cujo projeto inicial foi inspirado no modelo de duas importantes e famosas pontes norte-americana: a Brooklin Bridge de Nova York (NY) e a Golden Gate, de San Francisco (CA), fato que justifica o seu formato. Em 2008 a passagem passou por manutenção, com a troca da madeira desgastada pelo tempo de uso. No ano anterior, foram feitas várias pequenas reformas.

Deixe um comentário