Procon Piracicaba dá dicas para a Páscoa

download (1)O mercado de produtos para a Páscoa é bastante diversificado. Cada fabricante oferece produtos específicos com qualidade, sabores, tamanho, peso e numeração diferentes, dificultando a consulta e a comparação de preços. No entanto, a pesquisa de preços continua sendo essencial e deve ser feita junto aos estabelecimentos comerciais.

Segundo o diretor do Procon – Piracicaba, Mauro Rontani, na hora de pesquisar preço, o consumidor deve levar em consideração não só a qualidade, mas também o peso do produto e seus atrativos. Também devem ser considerados outros fatores como deslocamento (o quanto o estabelecimento que apresenta produtos mais baratos está distante da sua casa), descontos para pagamento à vista para quantidades e, até mesmo, outras formas de pagamento.

O consumidor deve verificar, ainda, as especificações impressas nas embalagens, principalmente as relacionadas ao prazo de validade, composição e peso líquido. Essa leitura também é importante, já que o produto pode conter ingredientes que não devem ser consumidos por pessoas com determinados problemas de saúde como, por exemplo, diabéticos, que não podem ingerir açúcar, e celíacos, que têm intolerância ao glúten.

“É necessário lembrar que a numeração indicada na embalagem de um ovo de determinada marca não representa, necessariamente, o mesmo peso ou tamanho que a mesma numeração indicada em outra marca”, alertou Mauro Rontani.

A atenção deve ser redobrada na compra dos ovos para as crianças. As grandes atrações para esse público são os produtos recheados com brinquedos, com peças pequenas e que oferecem riscos, principalmente, àquelas com menos de 3 anos de idade, as quais, em sua inocência, podem engolir parte delas. À exceção dos ovos que vêm com brinquedos-surpresa, a loja deve apresentar um mostruário dos brindes que acompanham os produtos personalizados. Esses ovos que trazem brinquedos devem, obrigatoriamente, apresentar o selo do Inmetro e a indicação da faixa etária. Outro detalhe para este caso: verifique na embalagem se o peso líquido do produto e do brinde estão discriminados.

Por outro lado, os ovos produzidos de forma artesanal são mais atrativos por uma questão de preço. No entanto, é preciso cuidado. Deve-se procurar saber sua procedência, higiene, qualidade da matéria-prima e dar preferência aos artesãos conhecidos ou bem-recomendados.

Outra dica do Procon é a de não guardar os ovos de Páscoa na geladeira, uma vez que o frio modifica a estrutura do chocolate, o qual também poderá ficar com o gosto de outros alimentos de odor forte, como a cebola, por exemplo. O correto é manter o chocolate no papel alumínio, dentro de um recipiente totalmente fechado, fora da geladeira.

E não se esqueça: a Nota Fiscal sempre deve ser exigida no ato da compra.

Deixe um comentário