Rio Piracicaba tem menor vazão em 30 anos

dsc_0846

Com a falta de chuva em todo o Estado de São Paulo desde o início de junho, a vazão do Rio Piracicaba caiu nesta quarta-feira (25) para 22,4 mil litros de água por segundo, menor valor registrado para o mês em 30 anos, conforme dados do Departamento de Águas e Energia Elétrica (Daee). Piracicaba (SP) não teve chuvas significativas e a chance de chover nos próximos 15 dias é de apenas 5%, segundo a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Ainda de acordo com o Daee, o recorde de baixa vazão anterior ao desta quarta-feira era o de 26,5 mil litros de água por segundo, registrado em 2003. A média de vazão para o junho é de 93,3 mil litros por segundo.

Conforme o professor Paulo Cesar Sentelhas, do Departamento de Engenharia de Biossistemas da Escola Superior de Agricultura de Piracicaba (Esalq), no dia 1º de junho choveu um acumulado de 1,4 milímetros, mas as chuvas são consideradas significativas a partir de 2 milímetros. Desde essa data, não foi registrada mais nenhuma precipitação pluviométrica no município.

Deixe um comentário