Tarifas do transporte coletivo serão reajustadas

Após dezesseis meses sem reajustes (de maio de 2014 a agosto de 2015), o prefeito Gabriel Ferrato autorizou nesta sexta-feira, 25, aumento de 11,86% nos preços das tarifas do transporte coletivo. A expectativa é que os novos valores entrem em vigor a partir do dia 4 de outubro, domingo, considerando a aprovação da lei do subsídio pela Câmara dos Vereadores. As categorias Vale Transporte e Venda a Bordo custarão R$3,30; a categoria Tarifa Social Popular vai a R$ 3,10. Os Estudantes pagarão R$1,65.

O cálculo foi desenvolvido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE), contratada pela prefeitura para revisar o atual custo operacional do sistema, e leva em consideração subsídio municipal, na ordem de R$ 5 milhões ao ano, que teve peso importante para evitar maior impacto nos custos. A inflação acumulada no período alcançou 11,17%, pelo índice INPC/IBGE.

Com o atual reequilíbrio financeiro, a concessionária se compromete a continuar renovando a atual frota operacional, ampliar a implantação de câmeras de segurança e de sistemas de monitoramento da frota (GPS), levando com isso mais segurança e cumprimento dos horários aos usuários, além da implantação de aplicativos digitais que permitirão ao cidadão informar de seu ônibus em tempo real.

O Transporte Especial Elevar, voltado às pessoas com deficiência, que fazem uso de cadeira de rodas, receberá mais dois veículos, ampliando a atual frota de 12 para 14, sendo 6 vans e 8 micro-ônibus.

GRATUIDADES

Todas as categorias que possuem o amparo legal da gratuidade no transporte público fazem uso do serviço com o Cartão VAI de gratuidade.

 

IDOSOS:

A partir de 60 anos: até 64 anos 11 meses e 30 dias: tem o beneficio da gratuidade por força de legislação municipal.

Atualmente temos 12.878 usuários cadastrados.

A partir de 65 anos: tem o beneficio da gratuidade por força de legislação federal.

Atualmente temos 37.225 usuários cadastrados.

 

APOSENTADOS POR INVALIDEZ:

Qualquer cidadão aposentado por invalidez tem o beneficio da gratuidade por força de legislação municipal.

Atualmente temos 2.037 usuários cadastrados.

 

DEFICIENTES:

Cadastro realizado pela Semdes. Tem o direito de requerer este beneficio as pessoas portadora de necessidades especiais, amparadas legalmente pela legislação municipal.

Atualmente temos 4.242 usuários cadastrados.

 

TRANSPORTE ESPECIAL – ELEVAR:

12 veículos, sendo 06 vans, com capacidade para 02 cadeirantes por veículo e 06 micro-ônibus, com capacidade para 05 cadeirantes por veículo.

USUÁRIOS: São realizados em média 4.000 atendimentos mensais

QUILOMETRAGEM RODADA: 35.000/40.000 quilômetros/mês é a media percorrida mensalmente pelos veículos deste serviço.

 

LINHAS DO TRANSPORTE COLETIVO

98 linhas operam nas zonas urbanas e rurais, sendo 10 linhas rurais e 88 linhas urbanas

 

QUILOMETRAGEM RODADA – MÊS

1.450.000 quilômetros rodados média/mês

 

FROTA DO TRANSPORTE COLETIVO

249 ÔNIBUS, entre frota operacional, de 226 ônibus, mais frota reserva, de 23 ônibus

 

PASSAGEIROS TRANSPORTADOS – ANO

25.618.443 passageiros pagantes transportados por ano (ano de 2014)

23.555.172 passageiros pagantes equivalentes transportados por ano (ano de 2014)

33.811.821 passageiros transportados no ano (todas categorias) (ano de 2014)

 

GRATUITOS

8.193.378 passageiros idosos e deficientes com o benefício da gratuidade transportados no ano (ano de 2014).

2.215.574 passageiros idosos de 60 a 64 anos transportados no ano com o beneficio da gratuidade (ano de 2014)

3.536.475 passageiros idosos com 65 anos ou mais transportados no ano com o beneficio da gratuidade (ano de 2014)

353.312 passageiros aposentados por invalidez transportados no ano com o beneficio da gratuidade (ano de 2014)

1.180.542 passageiros com necessidades especiais transportados no ano com o benefício da gratuidade (ano de 2014)

50.667 passageiros com necessidades especiais transportados no ano através do transporte especial Elevar (ano de 2014)

Deixe um comentário