Vicentinas recebem Moção de Aplauso do Legislativo

O grupo de Vicentinas formado por 20 mulheres, que trabalha de forma voluntária na Santa Casa de Piracicaba há 35 anos, recebe nesta quarta-feira, às 13h30, na Instituição, título de Moção de Aplauso pelo importante trabalho prestado às comunidades carentes, atendidas pelo Hospital. Desde 1980, o grupo confecciona kits de enxovais com roupas e produtos de higiene para os recém nascidos. A homenagem será entregue pelo vereador, autor da propositura, Pedro Kawai (PSBD).

O trabalho na Santa Casa começou em 1980, quando cinco vicentinas procuraram o Hospital. Na época foi cedida uma sala próxima ao antigo velório; onde o grupo começou a confeccionar peças de roupas para os mais necessitados. Com o passar do tempo, o grupo cresceu e a sala ficou pequena. Então, o então provedor João Orlando Pavão presenteou as Vicentinas com um novo espaço, contendo um amplo salão para costura, cozinha e banheiro.

No documento proposto por Kawai e ele exalta indiscutível a importância do trabalho executado pelo grupo, na busca pelo bem do “outro” que se encontra em situação de necessidade, depositando esperança e otimismo.

As Vicentinas confeccionam por mês cerca de 30 enxovais para bebês carentes nascidos na Maternidade “Amália Dedini”. Parte da produção é destinada também a crianças assistidas por outras entidades do município. Cada enxoval é composto de 45 peças, entre cobertor, toalha de banho, fralda de pano, fraldas descartáveis, “mijãozinho”, casacos de flanela, pijama, camisas de algodão, calças plásticas, casaco de lã, manta, macacão, sapatinhos de lã, pares de meia, conjunto completo de malha e body.

Receberão a Moção de Aplauso, a presidente das Vicentinas Adair Rainha, a fundadora do grupo Maria Aparecida Cortozzi e a voluntária Amabile Filetti.

Deixe um comentário