8 dicas fáceis para reduzir o consumo de água em casa

istock_000011177569small_7535

O apelo para a redução do consumo de água, que tem ganhado força nos últimos dias de muito calor e pouca chuva, é mais um claro sinal de exaustão dado pelo planeta.
A água é um recurso limitado e devemos aproveitar esse período de atenção para rever nossos hábitos de consumo e mudá-los de uma vez, não só temporariamente.
O Sistema Cantareira, que abastece cerca de 10 milhões de pessoas na Grande São Paulo, está em um nível de apenas 21,7% da capacidade total e, por isso, a Sabesp criou uma campanha que dará até 30% de desconto na conta de água de quem conseguir reduzir o consumo em 20%, tendo como base o gasto médio nos últimos 12 meses. Você pode consultar seu gasto médio aqui.
O ABN quer aproveitar essa oportunidade e lançar um desafio ainda maior. Vamos reduzir nosso consumo de água em 30% e mantê-lo nesse nível mesmo depois que a situação se normalizar? A parte mais difícil de mudar um hábito é incorporá-lo. Passada a fase de adaptação, manter é muito mais fácil.
Para ajudar nesse empreitada, confira oito dicas simples e fáceis de aplicar para diminuir para sempre o consumo diário de água em casa:
1. Feche a torneira enquanto escova os dentes e ensaboa a louça. Uma torneira aberta pode gastar até 2,4 litros por minuto.
2. Jogue os restos de alimentos no lixo e dê um jato rápido de água na louça ao deixá-la na pia. Isso facilita na hora que você for lavar tudo mais tarde, gastando menos água.
3. Reduza o tempo de banho para até oito minutos. A cada minuto debaixo do chuveiro, você gasta de 3 a 9 litros de água. É só multiplicar pelo seu tempo de banho para descobrir seu gasto diário. Uma boa dica é levar o celular para o banheiro, colocar o despertador e colocar uma meta de redução de um minuto por dia. Para ganhar um tempinho a mais, feche o registro enquanto se ensaboa.
4. Não lave a calçada com a mangueira. Coloque um balde na saída de água da máquina de lavar e reserve. Se você morar em casa, vale coletar a água da chuva com um balde e reservar. Reutilize para jogar na calçada ou no quintal e termine o trabalho com uma vassoura.
5. Acumule roupa e louça para lavar tudo em uma só maquinada. Falando em máquina de lavar, ela também pode ser um vilão da conta de água (da sua casa e do planeta). Só inicie um ciclo de lavagem quando ela estiver completamente cheia de roupa ou louça.
6. Feche bem as torneiras para não pingar e conserte vazamentos rapidamente. Torneiras pingando podem chegar a gastar quase 50 litros de água por dia.
7. Aperte a descarga somente pelo tempo necessário. Se a descarga da sua casa não é de duplo acionamento, preste atenção em quanto tempo você fica apertando. Os vasos sanitários antigos (produzidos antes de 2003) podem gastar até 20 litros por acionamento. Se for esse o caso, uma boa ideia é trocar a descarga para um modelo de duplo acionamento, que possui duas opções: uma que libera uma quantidade maior e outra que libera menos.
8. Lave o carro com um balde e não com a mangueira. Isso ajuda a controlar a quantidade de água gasta e evita o desperdício. Se você é adepto de lava-rápido, prefira as opções de lavagem a seco.

Deixe um comentário