Médico alerta sobre a segurança nas viagens com crianças

download (1)Viajar com crianças promete muita diversão, alegria, brincadeiras e correria. Para que o roteiro não tenha momentos de decepção, o médico e gestor da B2Saúde, Francisco Vignoli, dá algumas dicas e ressalta os cuidados necessários para ter uma viagem tranquila e de boas recordações.

Segundo o especialista, o principal cuidado com as crianças é a hidratação tanto na ida, quanto nos passeios e na volta para casa. Nas viagens feitas com automóveis, as crianças são expostas ao calor e poluição do ar e por isso beber muita água faz toda diferença. Nas viagens de avião, serem bem hidratadas é o principal cuidado, pois dentro da aeronave a temperatura é baixa e seca. “A criança deve beber muita água, pois além de se manter bem, esse simples cuidado pode evitar a contaminação de doenças como, gripe, tosses, viroses, diarreias, entre outras doenças que provocam mal-estar, prejudicando os planos de toda a família”, diz o médico.

Estar com a vacinação em dia também é essencial. Além disso, os pais devem consultar a necessidade de fazer alguma vacinação específica para visitar o local de destino. “É extremamente importante que os pais sigam corretamente o calendário de vacinação e levem seus filhos nas campanhas promovidas pelo Ministério da Saúde”, diz o especialista. A higiene deve ser feita adequadamente, principalmente mantendo as mãos da criança sempre limpas. “Outra dica é evitar que a criança consuma alimentos diferentes do que ingere habitualmente. A diferença alimentar pode causar problemas não apenas para as crianças, mas também para os adultos”, alerta.

Durante as viagens de carro, algumas crianças apresentam enjoos e vômitos. Esse problema pode ser solucionado com remédios adequados, ministrado corretamente conforme a idade e peso. “Em relação a ansiedade, as indústrias automotivas têm investido em vários recursos e muitos veículos possuem DVDs instalados para distração dos passageiros. Jogos de celular e tablets, também podem ajudar a manter a criança distraída e tranquila durante o percurso”.

Vale lembrar que o uso adequado da cadeirinha é indispensável. “Todos nós sabemos que os impactos dos acidentes ocorridos nos lugares traseiros podem ser muito mais graves do que no banco da frente onde existe airbag, por exemplo. Além disso, algumas famílias costumam viajar com animais de estimação. Todo o cuidado é pouco”, alerta o especialista.

Os pais ainda devem pesquisar se o local de destino possui um bom aparato médico e facilidade de acesso para hospitais. Caso a criança siga tratamentos médicos, levar todos os medicamentos usados no cuidado da criança deve ser prioridade.

 

País tropical

O Brasil é um pais tropical. Se o destino estiver dentro deste território, as crianças devem estar com roupas leves e adequadas. A aplicação de protetor solar é fundamental e os pais devem estar sempre atentos à essa proteção. “O destino mais procurado dos brasileiros são as praias. Mesmo no inverno existe uma grande busca por estes locais. O cuidado com a pele das crianças é primordial para evitar queimaduras graves e doenças futuras por ser uma área muito sensível”.

 

Viagens internacionais

As agências de viagens têm ofertados muitas opções de destinos. Caribe, Norte da África, Mediterrâneo, Orlando ou Disney. “Com o grande mix de opções, a escolha do local deve ser paralela à idade da criança”. Outra dica é estar atento à época do ano e ao clima do local. “Pensar em uma viagem para uma estação de esqui não é muito afável e nem agradável para algumas crianças brasileiras. Sobre os parques temáticos de Orlando, devemos atentar para a segurança dos brinquedos e obedecer às regras de utilização. Estar guarnecido do seguro de viagens também é importante. No exterior, as consultas médicas e medicamentos possuem alto custo, por isso é necessário verificar essa cláusula no contrato”, finaliza o especialista.

Deixe um comentário