Metade dos empreendedores da cidade é mulher

  downloadAs mulheres são maioria no Brasil (51,4%), segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), e correspondem a 52,2% dos empreendedores do País, sendo que a maior parte (66,2%) abre o próprio negócio por oportunidade e não por necessidade, de acordo com a pesquisa sobre empreendedorismo GEM (Global Entrepreneurship Monitor), divulgada no ano passado.
Em Piracicaba, o cenário não é diferente. O município conta com cerca de 192 mil mulheres, em uma população total de 388 mil pessoas. Dos cerca de 5 mil estabelecimentos do comércio varejista da cidade, aproximadamente metade é gerido ou administrado por mulheres. No dia dedicado a elas, há muito motivos para as piracicabanas comemorarem.

Segundo o presidente do Sincomércio Piracicaba, José Maria Saes Rosa, é essencial salientar a importância da mulher para a economia da cidade e do País. “É preciso mostrar à mulher empreendedora e à sociedade o impacto econômico que ela produz. A empresária cria empregos, ajuda a economia local se movimentar e contribui para o desenvolvimento sustentável de sua comunidade. A mulher é um elo importantíssimo para o setor de comércio e serviços em geral, ela representa a força de trabalho e a gestão dos pequenos e médios negócios”, explica.
Regina Celi Vieira Fioravante é uma dessas mulheres. Pertence à segunda geração de comerciantes e dirige junto com a irmã uma loja de roupas femininas e masculinas que foi fundada pela mãe em 1956. “Cresci praticamente atrás do balcão e quando eu e minha irmã nos formamos foi natural ajudar minha mãe na loja.”
A empresária disse que a principal vantagem de estar à frente de uma empresa familiar foi poder conciliar o trabalho com a criação dos filhos. “A loja, que foi criada como Casa Alibabá há quase 60 anos, tem sobrevivido a todos os momentos, de crise e de prosperidade. Trabalhando com dedicação não tem como dar errado”, finaliza Regina.

Sincomércio Piracicaba

O Sindicato do Comércio Varejista de Piracicaba e Região é o órgão representativo dos empresários do setor do comércio varejista e de serviços de sete cidades – Piracicaba, Águas de São Pedro, Charqueada, Saltinho, São Pedro, Tietê e Torrinha. Fundado em 1942, possui hoje 8 mil contribuintes e é filiado à Fecomercio, órgão que também está à frente dos conselhos do Sesc e do Senac São Paulo.

Deixe um comentário