Por que os cães lambem seus machucados?

salivaÉ fato que os pets costumam lamber suas próprias feridas e isso ajuda na cicatrização dos machucados. Segundo Marcos Eduardo Fernandes, veterinário especialista em homeopatia animal, esse hábito é instintivo e atua no processo de cicatrização de duas maneiras: “A primeira é a mecânica, que estimula a vascularização tecidual. E a segunda é a química, que promove, por meio das lambidas, uma cicatrização de dentro para fora.” Essa melhora só é possível por causa de uma substância encontrada na saliva dos cães, a histatina, responsável por ajudar no extermínio de bactérias e acelerar a recuperação da pele. Para o veterinário Marcos Eduardo, não devemos impedir esse ato, pois faz parte da natureza dos animais. “Temos de deixá-los se lamber”, enfatiza o médico homeopata. O gato possui a mesma substância em sua saliva, mas a única diferença é que a ação mecânica se torna mais abrasiva e pode provocar outras lesões no ferimento. Isso porque a superfície da língua dos felinos é áspera, pois se constitui de pequenas saliências inclinadas que ajudam o gato a realizar outras tarefas, como a higienização do próprio corpo, a alimentação e a demonstração de afeto.

Mas lembre-se: mesmo com esse “remédio natural”, devem ser levados ao médico diante de cortes.

E A HIGIENE?

Mesmo tendo esse poder cicatrizante, para a médica Vanessa Carvalho, especialista em odontologia veterinária, esse hábito deve ser controlado e evitado, pois, ao lamber uma ferida, o animal pode contaminar ainda mais o ferimento, já que na cavidade oral existem centenas de bactérias. Assim, segundo ela, o mais indicado a se fazer nessas situações é “colocar o colar elizabetano, evitando a autocontaminação da lesão de pele”, indica a especialista.

 

Deixe um comentário