A Fome e o Brasil

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

Um comentário ao artigo da Historiadora Marly Therezinha Germano Perecin.

Com o título “Grau de crescimento do Brasil: -0,1% – quem diz é o IBGE,” o Jornal de Piracicaba publicou artigo em sua página 3, em 18/06/2015.

Prezada Dona Marly. Respeito-a pela sua profissão (Historiadora), sua competência e por seus trabalhos publicados. Respeito-a muito também pelo que diz meu sobrenome. Como seu leitor permito-me o direito de fazer um comentário, começando pelo título: o próprio IBGE mostra, em gráfico, que nos últimos vinte anos o crescimento do Brasil foi maior do que o dos Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Italia e Japão. O que vale mais :um resultado momentâneo ou a média de vinte anos?

Dona Marly, com meus quase oitenta anos vi e vivi muitas coisas como guerras, todas terríveis e desnecessárias; obras geniais como as de Shakespeare, Bach, Mozart, Olavo Bilac além de outras, todas absolutamente necessárias; ditaduras civis e militar, violentas e cheias de torturas, como a militar; redemocratização e governos, de diversos tipos. Somente em janeiro de 2003, posse do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva vi-o, recém empossado, afirmar que sua prioridade  era acabar com a Fome e a Miséria! A Fome, Dona Marly, como é de seu profundo conhecimento, sempre foi o mais importante problema do Mundo! Para iniciar e conduzir o Fome Zero indicou para seu Ministério o Engenheiro Agrônomo José Francisco Graziano da Silva.

Por mais de 40 anos trabalhei com Agricultura. Desses, quase trinta e cinco como Professor de Agricultura na ESALQ-USP. Agricultura é a grande fonte de alimentos no Mundo, que tem produzido mais do que o suficiente para suprir o consumo da população mundial! Mas continua havendo Fome no Mundo! Por quê? Porque a ganância humana é inesgotável! Sempre procurei despertar nos alunos a atenção para as Necessidades Básicas do Homem, que são:

0 . ALIMENTAÇÃO.

1 . SAÚDE.

2 .HABITAÇÃO.

3 . EDUCAÇÃO.

Numerei, de propósito, Alimentação com o número zero! Por ser a mais importante, pois só após ser saciada a fome o Homem vai se preocupar com a Saúde. Então passará a se preocupar com a Habitação e, por fim terá necessidade de Educação! Esse argumento é fundamental para jogar fora frase, muito bonita, mas falaciosa: “Não dê o peixe, ensine a pescar!” O Homem faminto não aprende nada!!!

Segundo a ONU ( Organização das Nações Unidas ) existem 246 países no Mundo. Desses apenas trinta e cinco estão fora de seu Mapa da Fome da própria ONU. A partir  do primeiro semestre de 2015 nosso Brasil é um deles! O Brasil está fora do MAPA DA FOME da ONU! Então Dona Marly, esta é uma promessa do Governo do PT que se realizou! Se fosse só por essa a senhora já estaria sem razão ao afirmar que este Governo só desgraçou o País! Mas é claro que não foi só isso! Venha ver o que é o NORDESTE hoje! Está deixando para traz o “Sul Maravilha”( permita-me, Henfil )! Praticamente até a famosa “SECA” nordestina, que enriqueceu tantos ladrões ( não seria isso CORRUPÇÃO? ) está  controlada! A produção Agrícola nordestina já superou a do Sudeste! A FERROVIA NORTE-SUL já está quase pronta e chegando na FERROVIA ATLÃNTICO-PACÍFICO entrando na fase de Projetos de implantação! Ainda não é somente isso: trinta milhões de pessoas saíram da Miséria! Quarenta milhões passaram para a Classe Média! Nosso País é respeitado no Mundo! Dezoito Universidades Federais foram instaladas! Centenas de Escolas Técnicas! O SUS é copiado por Potências do Mundo, SAMU e Mais Médicos são Programas ímpares de sucesso!

No início de junho o Engenheiro Agrônomo José Francisco Graziano da Silva foi re conduzido à Diretoria Geral da FAO ( Food and Agriculture Organization of The United Nations ) com 177 votos ( Países ) de 182 possíveis! Sinto-me elevadamente orgulhoso de ter sido professor dele em 1972, na Disciplina LAH-523 AGRICULTURA!

Seu artigo, querida Historiadora, tem muitas verdades, porém verdades ruins. Não se pode deixar de lado as boas! Acompanhando o Mundo atravessamos crise forte, mas em fase de controle! Não é verdade que a “marolinha” do Lula transformou-se em “tsuname.” Desde 2013 nosso País não é um “barco sem rumo”! Também não é só a “oposição golpista” que tenta minar nosso Governo: pior é a mídia que, diuturnamente luta, não mais com o Partido dos Trabalhadores, mas contra o Brasil, com seus noticiários, no mínimo, tendenciosos!

Com todo respeito que lhe tenho, não consegui ficar à margem de seu muito bem escrito artigo, tive que comentá-lo, embora superficialmente.

               Jairo Teixeira Mendes Abrahão – Professor Titular da ESALQ-USP

1 comentário

  1. Delza Maria Frare Chamma em 20/06/2015 às 17:41

    Gostei da resposta ao artigo “A Fome e o Brasil” ada por Jairo Teixeira Mendes Abrahão. Fundamentação baseada em dados sólidos e imbatíveis que nocauteiam quem brinca de analisar a conjuntura brasileira, criticando, com uma ironia raivosa, aquilo que não conhece bem.

Deixe um comentário