Criadores da própria felicidade

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

1345726066519-felicidade-realistaEstá doente? Pobre? Infeliz no amor? A responsabilidade é toda sua e quem diz isso é a Ciência. Mas acalme-se. Por mais que a descoberta possa gerar culpa e desânimo num primeiro momento, no fundo, ela é muito mais positiva que negativa. Afinal, se somos capazes de criar nossos infortúnios, também conseguiremos inverter o processo e construir uma vida repleta daquilo que sonhamos de melhor.
A experiência que trouxe as primeiras evidências disso – e possibilitou a criação dos nossos aparelhos eletrônicos – ocorreu em 1802. Batizada de Experimento da Dupla Fenda, a pesquisa pode ser encontrada em qualquer site de busca. Em suma, mostrou-se que uma única partícula de elétron (um dos tijolinhos que formam a realidade) é capaz de passar por dois pequenos buracos ao mesmo tempo.
Isso só é possível porque o elétron pode se comportar tanto como onda eletromagnética quanto como partícula “material”, dependendo da intenção do observador, no caso, dos pesquisadores. Como tudo o que existe no chamado mundo material possui elétrons, a regra vale para qualquer área da vida.
Como decorrência da experiência, vários cientistas com títulos de Ph.D., alguns deles participantes do documentário “Quem Somos Nós” (disponível no You Tube), concluem que a consciência humana pode manifestar a própria realidade. Ou seja, dentro de certos parâmetros de tempo e espaço, podemos transformar doença em saúde, atrair relacionamentos felizes e gerar prosperidade. Mas tudo começa com a eliminação, num nível psicológico e mental, das crenças errôneas instaladas pelo atual sistema social, cultural e religioso, que limitam tal manifestação.
Cada vez mais, a ciência emerge como condutora da humanidade rumo à felicidade. E isso não é nada contraditório com o conceito do Sagrado. Quem sentir a relevância do assunto, basta pesquisar os conteúdos sugeridos acima e tirar as próprias conclusões. Se estiverem equivocados, ganha-se pelo menos cultura. Mas, se se mostrarem corretas, conquista-se a Liberdade.

Deixe um comentário