Fala sério!

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

youDE QUEM É A CULPA?

O preço da energia elétrica sobe e a culpa é da Dilma. A tarifa de água em Piracicaba aumenta e a culpa e do Ferrato. O pedágio é reajustado e a culpa é do Alckmin. Mas, afinal, quem é o responsável pelo caos na cidade, no estado e no país? A culpa é do povo, que não sabe votar. Reclamamos e elegemos sempre os mesmos que, aliás, querem que a situação fique assim para possam continuar com ALCKMIA, DILMINITANDO o povo para deixar todo mundo FERRADO. A piada pode ser sem graça, mas é real e isso não tem graça nenhuma.

O ROTO E O RASGADO

Que moral tem os petistas para falar do pessoal do PSDB e vice-versa? Vocês repararam que eles aplicam a mesma política? Reajustes, reajustes e reajustes na energia elétrica, nos pedágios e na tarifa de água, que, por sinal, anda escassa no mercado. Em Piracicaba, o reajuste na tarifa de água residencial é de 9,12%, fora os 15% já aplicados em março. Para o comércio e a indústria, a alta é ainda maior e supera 26%.

A UNIÃO FAZ A FORÇA

Basta a esquerda se unir em Piracicaba para ganhar a eleição e tirar o PSDB, que está no governo há mais de 20 anos na cidade. Pesquisa realizada pelo próprio Barjas Negri mostra isso. É só saber fazer conta – o que também não é tarefa muito fácil para quem estudou em escola pública durante o governo do PSDB. Esse negócio que o Barjas é imbatível é balela. Ou os partido de oposição acreditam nisso ou vão dar mais um mandato para o PSDB.

PARLAMENTARISMO

Vocês acham mesmo que o parlamentarismo é melhor? Será? Com esses deputados federais e senadores que estão aí o país vai virar uma mistura de Mil e uma Noites com a Caverna do Ali Babá. Os governos não vão se sustentar por três meses. Para um regime parlamentarista precisamos ter políticos sérios e isso, infelizmente, está em falta no mercado.

SAÚDE FRÁGIL

O Deputado Federal suplente Mendes Thame (PSDB) parece a funcionária que trabalha lá em casa. Sempre vem com um atestado médico quando tem muita roupa para lavar e passar. Nunca vi ter problemas de saúde tão na hora certa! Na votação sobre a terceirização o nobre deputado apresentou atestado médico. Na votação da maioridade penal seu nome também não aparece – e também desconhecemos sua opinião sobre o tema. Diferentemente do Thame, minha funcionária do lar não tem assessoria de imprensa para defendê-la, mesmo tendo dois jornalistas em casa. Este mundo realmente não é justo!

OS MEIOS E O FIM

Está cada vez mais evidente que a oposição não está preocupada em reorganizar o país ou oferecer propostas para melhorar a atual crise. Um exemplo é a Convenção do PSDB, cujo tema central foi a tomada do poder a qualquer custo, mesmo que para isso se desrespeite o atual regime democrático e se faça acordo até com o PMDB, o partido mais fisiológico que existe. É inacreditável que as lideranças do PSDB só pensem em colocar o país em uma situação de fundo do poço para chegar ao poder. Não se trata de defender o indefensável PT, que tem total responsabilidade pela atual crise, mas o clima que vem sendo criado levará o país a uma situação insustentável.

CRICRISMÁLIA QUAL A SUA OPINIÃO?

Você não acha que as leis que são votadas pelos legislativos são mancas? Por exemplo, o Serra fez a lei que proíbe fumar em locais fechados, mas não deu alternativas para que as pessoas que fumam nas ruas joguem os tocos de cigarro no lixo. E o que você acha da lei da redução da maioridade penal?

A lei é manca e caolha. Não vou entrar no mérito da legitimidade da medida, que existe em vários país desenvolvidos, porque não é justo não haver punição para quem mata e estupra só por não ter completado a maioridade. Mas pergunto: onde serão colocados esses jovens marginais? Na Fundação Casa, em penitenciárias de segurança máxima, em presídios abarrotados? Onde está a compensação social para a medida? Para cada novo presídio construído, deveríamos criar uma escola para compensar a perda social desse indivíduo. Se isso funciona no meio ambiente, com o plantio de novas árvores, porque não usamos a mesma lógica para salvar pessoas? Definitivamente, este país ainda não percebeu que só a educação pode propiciar a transformação social e econômica que tanto sonhamos.

1 comentário

  1. Odair em 08/07/2015 às 10:53

    Não se esqueçam que todo o sistema de esgoto de Piracicaba e mais a hidrometria foi feita uma PPP . e a empresa precisa arrecadar mais afinal de conta a concessão foi feita só por trinta anos .

Deixe um comentário