FALA SÉRIO!

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

100 MIL BURACOS

De nada adianta se vangloriar de ter tido mais de 100 mil votos se as rodovias que chegam a Piracicaba estão em péssimo estado. Na rodovia Luiz de Queiróz é impossível circular pela direita quando você vem de São Paulo e a mesma coisa acontece na ligação Piracicaba-São Pedro. As pessoas que chegam de Charqueada, a terra do deputado Roberto Morais, ao atingir a Santa Terezinha pulam mais do que pipoca por causa da buraqueira. À noite, a situação piora e nem mesmo há sinalização de solo. Além de ser uma vergonha, é um perigo.

COCHILO NA RODOVIA

O problema é que faz anos que a situação é essa, as pessoas se acostumam com as péssimas condições das estradas da região e passaram a achar normal. De duas uma: ou o deputado Roberto Morais está indo de helicóptero para a Assembleia ou vem dormindo no carro oficial que o leva para o trabalho. O deputado tem que exigir do governo paulista que faça a manutenção constante das rodovias da região e não ficar passivo diante do problema. Em Piracicaba, o prefeito não é do mesmo partido do governo do estado?

VIDRO SANTO

Os amigos de Santana estão tentando achar um vidraceiro em Piracicaba que dê a solução para proteger a santa que receberam do senador Fausto Longo, colocada em uma gruta em frente ao centro social no Bairro.  Até agora não conseguiram achar um profissional para fazer o serviço. Será que não temos mais vidraceiros em Piracicaba?

CAOS NO CENTRO

O centro de Piracicaba é travado, não dá mais para permitir a circulação de veículos da forma como está. Vir ao centro e estacionar virou um verdadeiro inferno. Carro demais, estacionamento de menos. Em todas as cidades do mundo o problema foi amenizado dificultando o acesso de carros ao centro, criando restrições para a circulação de veículos e, ao mesmo tempo, o poder público local oferecendo estacionamentos ao entorno do centro.

RODÍZIO

Entre as medidas que poderiam ser adotadas estão o rodízio de veículos no quadrilátero que vai da Rua Benjamin Constant até a Rua Tiradentes e da Rua Monsenhor Rosa até a Gomes Carneiro com a seguinte logística: segunda-feira, carros com placas finais 0 e 1, na terça-feira, veículos com placas 2 e 3, e assim sucessivamente. Quem tiver uma ideia melhor que apresente, mas a situação não pode continuar dessa forma.

O CALOTE

É muito bonito falar dos outros sem olhar para você mesmo. O candidato derrotado nas últimas eleições em Piracicaba, Mendes Thame, vem falar em calote dado pelo governo federal, mas em nenhum momento cita os calotes aplicados por Geraldo Alckmin ao povo paulista, como o problema da água, que disse que não existia durante as eleições. Outros exemplos são: o calote dos hospitais públicos, onde faltam médicos, remédios e estrutura para atender com dignidade a população; e o calote da educação, com o ensino público em situação deplorável. Bem, aqui só vou falar de calote e não de corrupção, que também atinge os membros do PSDB em todo o país. Mostrar só uma visão do problema e jogá-lo para debaixo do tapete não ajuda a esconder a própria sujeira.

TSUNAMI NO TERREIRO

A Operação Lava a Jato deverá levar 50 políticos a perder seus cargos na Câmara Federal e no Senado. Não se sabe ainda o tamanho do Tsunami que isso deverá provocar, mas se essa for a alternativa para varrer os corruptos da política, do meio empresarial e do funcionalismo público, que venha a onda aproveitando as homenagens a Iemanjá.

SEM DESCANSO

O abandono do cemitério da Saudade nada mais é do que o reflexo de como a Prefeitura vem administrando a cidade de Piracicaba. A leitora Maria Helena Tomaziello está indignada com a situação. Calçamentos quebrados, mato encobrindo túmulos, sujeira nas campas, enfim, uma vergonha para uma cidade que sepulta ali seus entes queridos. Nunca na história desta cidade se viu tanto desleixo.

SEM DESCANSO ll

Uma cidade que não respeita seus mortos também não respeita os cidadãos vivos. E também não respeita sua história. E saber que ali estão sepultadas personalidades como Prudente de Morais e Almeida Júnior. Os governos do PSDB sempre trataram com descaso nossos mortos. Será que é porque eles não votam mais?  Fala Sério!

 

Fala Sério! é publicada toda quarta-feira no jornal Tribuna Piracicaba e no site da Tribuna e de A Província. Também pode ser acessada pelo Facebook: Falasério djalma lima

Deixe um comentário