Fazendo o dia esperar

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

 

Bom-dia-Esperar-por-um-novo-diaO que quis, fazendo o dia esperar,

Foi achar um leve orvalho de graça

Caindo em nós no banco d’uma praça

Tendo no peito a noite d’um luar.

 

 

 

Ao fechar nossos olhos a dor passa

E leva de vez a voz de chorar

Só, te arquiteto em terras além-mar

Pois mesmo perto, só, sou estilhaça.

 

 

Quis, morena, optar pelo apelo

Sabia da minha e da tua dor

Combinei com nosso tempo sem zelo.

 

 

E, quando se deu tempo à minha flor,

Se encaixaram em ondas dos teus cabelos

Todas as noites, de Lua e de cor.

 

Deixe um comentário