Soneto Rogado

Os textos de diferentes autores publicados nesta seção não traduzem, necessariamente, a opinião do site. Sua publicação obedece ao propósito de estimular o debate e de refletir as diversas tendências do pensamento contemporâneo.

ceu-lindo_2839163

Permita-me realizar, se sou sonho
Cobrir o céu cinza com azul claro
Roubar a estrela-flor de brilho raro
Fazer verso simples quando me ponho.

 

 

 

Me faça andar pela rua risonho
E uma chama no olhar como anteparo
Enfrentando a fraqueza, como encaro,
Mato todo o sentimento medonho.

 
Complete-me com o espelho da alma
Fazendo deste sonho o passatempo
Livre de cenário ou dor que angustia.

 

Me afaste da mentira e, com calma,
Abra-me o véu delicado do tempo
E a garoa do meu sereno dia.

Deixe um comentário