Sesc Piracicaba promove encontros e conversas no mês da Consciência Negra

[UTF-8-]François Bamba e Laura [UTF-8-]Tamiana_Divulgação01

François Bamba e Laura / Tamiana Divulgação

No último dia 06, a Comedoria do Sesc Piracicaba recebeu a aula aberta do curso de “Introdução à filosofia afro-brasileira: conhecimento, cultura e educação”. Com a participação do filósofo Antonio Filogênio de Paula Junior e do griô e contador de histórias de Burkina Faso, François Moïse Bamba, o evento apresenta propostas para aproximação dos saberes imersos nas práticas culturais afro-brasileiras. A programação, que faz parte do projeto “Do 13 ao 20: (Re)Existência do povo negro”,  tem entrada gratuita.

O “Do 13 ao 20: (Re)Existência do povo negro” é um projeto institucional que faz alusão ao 13 de maio e ao 20 de novembro e engloba ações que objetivam o fortalecimento e o reconhecimento da cultura negra, bem como o fomento à convivência e o respeito pelas diferenças, com o intuito de refletir sobre a construção das identidades e valorizar a pluralidade de manifestações e expressões culturais ao longo de todo o ano. No mês em que se celebra o Dia da Consciência Negra (20 de novembro), além da aula aberta do curso de Introdução à Filosofia Afro-brasileira, promovido pelo Sesc Piracicaba, a programação contará bate-papos e debates sobre cultura, religião e empreendedorismo.

Na quinta-feira (7), às 20h, na Comedoria aconteceu a contação de histórias Contos e lendas do Burkina Faso, com o contador e ator François Moïse. O artista foi iniciado no conto por seu pai e criado em estreita relação com a tradição da cultura e da arte griot do Burkina Faso. Hoje, le forgeron conteur (o ferreiro contador), é reconhecido internacionalmente por seu trabalho e viaja o mundo inteiro ao encontro do público.

O bate-papo Afroempreendedorismo social com os Coletivos AfroPira e Beleza Preta, e a empreendedora digital Catiene Mendes, será no dia 19, às 19h30, na Comedoria; e o debate Aspectos socioculturais das religiões afro-brasileiras, com apoio do Conepir e Coletivo Afropira, será no dia 21, às 19h30, no Teatro. Em todos, a entrada é gratuita.

 

Do 13 ao 20: (Re)Existência do povo negro
Aula Aberta

Introdução à filosofia afro-brasileira: conhecimento, cultura e educação

Com Antonio Filogênio de Paula Junior e François Moïse Bamba

Dia 6, quarta, 19h.

Comedoria. Grátis. Livre.

Contação de histórias
Contos e lendas do Burkina Faso

Com François Moïse Bamba.

Dia 7, quarta, 20h.

Comedoria. Grátis. Livre.

Bate-papo
Afroempreendedorismo social

Com Coletivos AfroPiraBeleza Preta e Catiene Mendes.
Dia 19, terça, 19h30.
Comedoria. Grátis. Livre.

Debate

Aspectos socioculturais das religiões afro-brasileiras

Apoio: Conepir Coletivo Afropira.

Dia 21, quinta, 19h30.

Teatro. Grátis. Livre.

Retirada de ingressos com 1h de antecedência.

Informações sobre o evento

Datas e horários

06/11/2019–21/11/2019

Local

Sesc Piracicaba

Rua Ipiranga, 155

CEP 13400-480

Piracicaba, SP

  • (19) 3437-9292
  • Site

Ingressos

  • Grátis
Aviso: as informações do evento são de responsabilidade do organizador e podem sofrer alterações sem aviso prévio. Confirme antes de sair de casa.

Deixe uma resposta