Crônica – quase sempre

Cada um com o seu Pokémon

O nada conhecer é — como sempre, sei lá eu — talvez, a mais bela maneira de viver. Eva e Adão foram felizes em sua ignorância, nas simples e doces alegrias de um jardim. E desgraçaram-se ao comerem um pedacinho do conhecimento, como um fruto desejável.

Leia mais

“No jardim de um mosteiro”

No seu recolhimento, Bento XVI – mesmo dizendo-se escondido do mundo – haverá de devolver, à humanidade, o verdadeiro e atual sentido de vida contemplativa, que é produtiva sem ser materialista, que é de amor aos homens sem se alhear da tragédia humana. O conhecimento mais revelador brota da contemplação. Mais profundamente ainda, se no jardim de um mosteiro.

Leia mais

Boicotando o mundo

Ansiosamente, aguardo o retorno dos meus amiguinhos. Se eles voltarem para conversar, eu terei feito o primeiro exercício de boicote ao mundo: a semeadura da beleza. Na certeza de que Doistoevsky tinha razão: “O belo salvará o mundo.” Esta será a minha batalha final.

Leia mais

Quem já foi já era

Um novo Brasil será construído por uma Assembleia Constituinte com anteprojeto elaborado por sábios de nossas universidades, não por políticos matreiros. Elaborada e discutida pelo povo, apreciada em eleições constituintes das quais não poderão participar os que já exerceram cargos eletivos. Um lema, uma só voz: quem já foi já era! E, portanto, não mais virá a ser.

Leia mais

Um amargo conselho e o beija-flor

Vou continuar fazendo a minha. A de um velho, à beira da estrada, contando – a quem passa – um advertência de Drumond, “tem uma pedra no meio do caminho”. Só que direi: “tem lixo no meio do caminho, no meio do caminho tem lixo, tem lixo no meio do caminho.” Palavras ao vento…

Leia mais

Um bispo na berlinda

Fernando Mason não pode ignorar as terríveis acusações que, aberta e publicamente, lhe estão sendo, feitas. Não se trata de denúncias anônimas, irresponsáveis. Seus autores estão levando-as a outras autoridades eclesiásticas, pretendendo chegar ao Vaticano. Fernando Mason deve explicações à comunidade onde atua. Pelo menos, para não ser identificado como um Bórgia numa diocese caipira.

Leia mais

Genocidas

Quando se fala em genocídio, a ideia recorrente é a do Holocausto durante a Segunda Guerra Mundial. Pensa-se em assassínio…

Leia mais

Palavras ao vento

Evaldo Vicente, meu amigo querido, provoca-me – através de sua heroica A Tribuna Piracicabana – instigando-me a retornar aos comentários…

Leia mais

O nosso sempre Padre Jorge

Padre Jorge completa, agora, 60 anos de sacerdócio. E eu – em véspera de completar 60 anos de jornalismo – posso afirmar que poucas, pouquíssimas pessoas em Piracicaba foram e são tão amadas como ele.

Leia mais