Praça José Bonifácio recebe apresentações gratuitas de cururu

Toninho da Viola e André Boaretto FOTO MA BOAR

Foto: Divulgação

Com o objetivo de trazer à tona uma das mais importantes tradições locais, que remete à identidade do povo, começa no próximo sábado, 26, às 10h, na Praça José Bonifácio, o projeto “Cururu na Praça: Tradição e Contemporaneidade”. A participação é gratuita e aberta a todos os interessados.

Financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Prefeitura Municipal de Piracicaba e Secretaria da Ação Cultural e Turismo (SemacTur), o projeto reúne, ao todo, cinco apresentações de cururu, aos sábados, com importantes nomes do estilo, sempre a partir das 10h, no coreto da praça. As próximas datas são: 02, 09, 16 e 23 de fevereiro.

O projeto é coordenado pelo produtor cultural André Boaretto e pelo cururueiro Toninho da Viola. “O intuito é promover a valorização da tradicional cultura do cururu, ao disseminá-la a toda a população e também às gerações mais novas, tanto por meio de apresentações gratuitas em um espaço público de grande movimentação e também por agregar novas linguagens”, afirma André Boaretto.

PRIMEIRA APRESENTAÇÃO – Para a primeira apresentação, que acontece neste sábado, os cururueiros convidados por Boaretto e Toninho são: Zico Claudino, Valdemar da Capela, Luizão do Pau D´Alho e Fábio Violeiro.

“Existe uma percepção de que vários movimentos artísticos brasileiros beberam da fonte de manifestações mais tradicionais e há uma leitura de que a cultura popular é uma forte viabilizadora de movimentos contemporâneos”, opina Boaretto.

“Esse é um projeto muito importante para nós cururueiros, uma forma de fazer nossa arte chegar a um grande número de pessoas. Temos perdido, ultimamente, grandes nomes da nossa tradição. Assim, essa iniciativa é fundamental e é, inclusive, uma forma de eternizar esses grandes artistas que se foram, ao mesmo tempo em que conquistamos um novo público”, diz Toninho da Viola.

AUDIOVISUAL

Além das apresentações na Praça José Bonifácio, o projeto promoverá apresentações gratuitas dos documentários “Musicalidade Piracicabana” e “Cururu Piracicabano”, na célula MISP (Museu da Imagem e do Som de Piracicaba), localizada na Estação da Paulista. As exibições ocorrerão sempre às 14h, nos dias: 06, 13, 20, 27 e 06 defevereiro.

“O objetivo, além de auxiliar na difusão de tal importante tradição, é incentivar a troca de saberes e a formação de público, por meio de uma linguagem mais atual, o audiovisual, tão presente em nosso dia a dia”, afirma Boaretto.

Consciente da importância da linguagem audiovisual nos dias de hoje, as apresentações serão gravadas e o material será disponibilizado à célula MISP e, conseqüentemente, à Prefeitura de Piracicaba, permitindo assim, a viabilização de pesquisas futuras sobre a rica temática.

“A linguagem audiovisual, especialmente em tempos de redes conectadas e mídias sociais, torna-se de extrema importância, por dialogar com tais mídias, podendo atingir um grande número de pessoas. E, além da grande aceitação do momento, a linguagem audiovisual remete ao cinema, que movimenta paixões e atrai seguidores há séculos, pelo fato de ser informativa e uma forma de entretenimento de fácil assimilação”, afirma o jornalista e produtor cultural Rafael Bitencourt, diretor de comunicação do projeto.

“Dessa forma, estamos certos que o material audiovisual que será produzido e entregue ao MISP contribuirá muito com a disseminação dessa rica cultura e com pesquisas acadêmicas e escolares, além de auxiliar jornalistas e outros profissionais que trabalham com cultura e comunicação”, completa o coordenador André Boaretto.

Informações sobre o evento

Datas e horários

26/01/2019–23/02/2019 10:00

Local

Praça José Bonifácio

Praça José Bonifácio, 875

CEP 13400-340

Piracicaba, SP

Ingressos

  • Grátis
Aviso: as informações do evento são de responsabilidade do organizador e podem sofrer alterações sem aviso prévio. Confirme antes de sair de casa.

Deixe uma resposta