Raphael Ramiro Júnior

16/12/51

O artista procura uma resposta sob a ótica plástico social na confluência da arte com os limites da vida. Entende que o grande questionamento do homem sempre foi o próprio homem – seu perfil, sua vida, sua origem, sua fragilidade, suas carências e seu desaparecimento. Esta incógnita, a dor física, a dor espiritual, como questionar seus últimos momentos de vida e compreender o limiar da morte, ou a fragilidade proposital que possa existir, é o argumento para o desenvolvimento de seu trabalho artístico.

Artista premiado com Medalha de Ouro (1998), Bronze (1998) e diversas Menções Honrosas em Salões de Arte Contemporânea de Rio Claro, Campinas, além de representar Piracicaba no Mapa Cultural Paulista em 1998 e 1999 (fase estadual). Fez diversas exposições individuais, organizou exposições coletivas, foi membro de Júri de Seleção e Premiação de Salões de Arte. Raphael é o atual Presidente do Conselho Técnico e Consultivo da Casa das Artes Plásticas Miguel Arcanjo Benício D’Assumpção Dutra.

Sem título – 1997
acrílica s/ tela – 100 x 90 cm

Sem título – 1997
acrílica s/ tela – 100 x 90 cm

Deixe um comentário