Parlendas: trava-línguas.

Foto: Hugo Lumini/Olhares

Parlendas são jogos de palavras, cantilenas, os portugueses até mesmo as chamavam de lenga-lengas. Em Piracicaba, parlendas eram parte dos folguedos infantis e não houve mãe, professora ou babás que não as dissessem às crianças. Uma das mais interessantes das parlendas eram ostravalínguas, ditos de forma rápida sendo uma de suas finalidades a de ajudar no desenvolvimento da boa dicção. Como forma lúdica de aprendizado, sempre produziu efeitos aos que tinham dificuldades de aprendizado. Elas não morrem e há quem se recorde de muitas delas. A PROVÍNCIA tenta resgatá-las e o leitor que se lembrar de algumas poderá colaborar, enviando-as.

Alguns trava-línguas:

1- O pinto pia, a pia pinga, quanto mais o pinto pia, mais a pia pinga.

2- O doce perguntou ao doce qual o doce era o doce mais doce. E o doce respondeu ao doce que o doce mais doce era o doce de batata doce.

3- O rato roeu a roupa do rei de Roma.

4 – A fiandeira fia a farda do filho do feitor Felício.

5 – O peito do pé de Pedro é preto.

Deixe um comentário