Ediná de Domenico Pinheiro

O repórter de Mirante, José Lino Machado, escreveu que Ediná De Domenico Pinheiro era “uma jovenznha de futuro promissor, talentosa musicista”. Realmente, Ediná – nascida em Taquaritinga mas, desde pequenina, morando em Piracicaba – surpreendia professores cvom seu talento e esforços. Foi aluna da famosíssima Chquita Arrud e, posteriormente, de Irene Soirozino, que as iniciaram nos segredos musicais. Depois, foi aluna dos grandes mestres Fritz Jank, H.J. Koellreutter e George Khulmann, sendo merecedora da Pró Arte de Piracicaba, onde o casal Ernst e Cidinha Mahle deram início à sua notável obra artística.

Ediná encantava-se com as obras de Bach, Beethoven, Mozaret, Chopin e Brahms. Mas não menosp´rezada a música popular, com predileção por Noel Rosa e Zerquinha de Abreu. Seu orgulho fôra, aos 17 anos, ter tocado para Cmargo Guiarnieri. E l sonho: “Estudar piano, estudar, estudar muito, até me tornar uma concertista, a máxima aspiração de milnha vida..” Para se ver que, naqueles tempos, as Garotas da Capa não eram apenas rostos e corpos bonitos.

2 comentários

  1. Edina Pinheiro Strehler em 14/01/2017 às 09:55

    Senti-me honrada e muito feliz ao ver o histórico inicial de minha carreira artística em sua página memorial. Ediná ( De Domenico ) Pinheiro Strehler.

    • Antonio Sergio Bergamin em 16/06/2018 às 21:25

      Ediná,
      Descobri você e escrevo apenas para dizer que sinto muitas saudades de quando éramos meninos e dançávamos nos bailes do Coronel )lembra do Clube Coronel Barbosa?).
      Meus respeitos, minha homenagem e grande abraço do seu para sempre fã
      Sergio

Deixe uma resposta