Matheus de Paula celebra primeiro gol como jogador profissional

DSC_0275Coube a Matheus de Paula, 20 anos, aos 45 minutos do segundo tempo, fazer o gol de empate do XV de Piracicaba contra o Independente no Limeirão e manter vivas as chances de classificação do Alvinegro para a segunda fase da Copa Paulista 2015. O feito em si já seria motivo para comemorações, mas junte a isso o fato do confronto contra o Galo ser o primeiro da carreira profissional do atleta e entenderá o quão especial foi esse momento para o atacante.

Piracicabano e filho do ex-atacante do Nhô Quim dos anos 90, Wagner Paula, Matheus conta que não segurou as lágrimas ao encontrar a família após o jogo. “No momento que fiz o gol, meu pai estava na arquibancada vibrando bastante e depois quando nos vimos foi aquela alegria. Minha mãe também estava muito feliz e perguntou muitas coisas assim que cheguei em casa. Confesso que me emocionei vendo a felicidade de todos”, disse.

O jogador conta que o entrosamento entre ele e os atacantes Celsinho e Bruninho ajudou na jogada decisiva em Limeira. Segundo de Paula, o trio treina e atua junto desde a categoria sub 17 do Nhô Quim, o que facilita a comunicação dentro de campo. “Foi um lance rápido em que o Diego tocou para o Celsinho e, quando ele invadiu a área, eu sabia que ele iria fazer o cruzamento rasteiro, por isso me antecipei ao zagueiro e consegui fazer o toque para o gol. São dois companheiros, amigos, que fiz aqui dentro do clube e a gente sempre tenta ajudar um ao outro”, comentou.

Apesar do sentimento de alegria pela estreia com gol, Matheus de Paula lamenta o início com duas derrotas e um empate da equipe quinzista nesta Copa Paulista. “Foi um resultado importante devido às circunstâncias do jogo, mas infelizmente a vitória ainda não veio. Espero que na próxima partida, contra o Rio Branco, possamos conquistar os três pontos e melhorar essa situação”, completou o jogador, que na tarde de hoje concedeu entrevista coletiva ao lado do também atacante Adilson.

Deixe um comentário