Capacidade de negociação é diferencial para alavancar carreiras

imagesVocê é um bom negociador? Sabe lidar com situações em que a habilidade de convencimento é primordial? A postura, o tom de voz e as atitudes podem determinar o sucesso ou fracasso de uma negociação. No mundo corporativo, as empresas procuram, cada vez mais, por profissionais que tenham essa habilidade para obter resultados positivos. A boa notícia para quem quer se qualificar é que elas não têm encontrado, o que abre perspectivas e novas possibilidades.

Segundo o coordenador do PÓS-MBA em Negociação Empresarial da IBE-FGV, Murilo Ramos Alambert Rodrigues, a capacidade de negociação é primordial para momentos da vida profissional e pessoal. “Negociamos o tempo todo: no café, na rua, no trabalho, com os filhos… A habilidade que você tem para o convencimento e saber lidar com esses momentos é que vai determinar se você vai ou não alcançar o objetivo ou até mesmo ter menos conflitos”, aponta.

A diretora da Business Partners Consulting, Viviane Gonzalez, que trabalha com recrutamento de candidatos, revela que um profissional com perfil negociador tem grande valia no mundo corporativo, e as próprias seleções já são elaboradas para identificar qualidades relacionadas a esse perfil. “Dinamismo, proatividade, comunicação e poder de negociação são as características mais procuradas. Muitos possuem a ideia equivocada de que negociar é apenas para profissionais de vendas ou marketing. No entanto, as organizações exigem colaboradores que saibam convencer, argumentar e vender suas ideias e projetos”, aponta.

As características de um bom negociador

Para Rodrigues, em uma negociação é primordial que a pessoa saiba onde quer chegar. Para isso, existe uma série de etapas que devem ser respeitadas e seguidas, com planejamento e estratégias bem definidas. Nesse processo, a comunicação possui papel fundamental. “O bom negociador sempre tem um Plano B. O primeiro ponto é conversar e descobrir os interesses das partes. Em seguida, é necessário atender aos interesses do próximo, desde que isso também atenda às suas necessidades. No entanto, é importante ressaltar que a melhor estratégia de negociação é ser colaborativo, e não competitivo”, destaca.

Confira algumas dicas do especialista:

1)      Tenha amplo conhecimento sobre o que está falando.

2)      Nunca negocie sobre pressão.

3)      Procure um tom de voz e posicionamentos que não sejam agressivos.

4)      Mantenha uma boa postura corporal e tome cuidado com o excesso de gestos.

5)      Seja comunicativo e prestativo.

6)      Faça o máximo para entender as razões da outra pessoa. Seja compreensível e saiba ouvir. Após isso, exponha as suas propostas.

7)      Não tenha medo de pensar que pode estar errado. Se isso acontecer, busque alternativas (Plano B).

8)      Preserve um bom relacionamento, isso abre portas.

9)      Cumpra compromissos, metas e prazos. Desculpas nunca caem bem.

10)  Toda negociação busca a convergência dos interesses. Conciliá-los é o grande desafio.

Deixe um comentário