Eduardo Baptistão terá mostra paralela no 43º Salão Internacional de Humor

Entre as mostras paralelas mais aguardadas do 43º Salão Internacional de Humor de Piracicaba está a de Eduardo Baptistão, artista paulistano premiado em diversas edições do evento desde 1993, quando participou pela primeira vez e ganhou o primeiro prêmio da sua carreira de caricaturista.

 Segundo Baptistão, o convite foi recebido com muita alegria. “O Salão de Piracicaba tem uma importância fundamental na minha carreira, por ter ajudado a projetar o meu trabalho. Foi onde ganhei o meu primeiro prêmio como caricaturista, em 1993. Ter uma mostra individual justamente no ano em que completo 50 anos de vida é um dos maiores reconhecimentos que o meu trabalho poderia ter”, comenta o artista.

A mostra, que leva seu nome, pode ser conferida de 27 de agosto a 12 de outubro, no Armazém 14 do Engenho Central. Será composta por desenhos selecionados do livro The art of Baptistão – 30 years(em português, A Arte de Baptistão – 30 anos), lançado em 2015, ilustrado pelos trabalhos mais importantes dos seus 30 anos de carreira, comemorados no ano passado.

 “Tanto o livro quanto a mostra focalizam apenas as caricaturas, que são a vertente do meu trabalho de ilustrador que mais me dá prazer e na qual eu me especializei. São caricaturas de personagens importantes da política, da cultura e do esporte, a maioria publicada em jornais e revistas”, explica o artista.

 No mercado editorial desde 1985, Baptistão é ilustrador do jornal O Estado de S. Paulo desde 1991 e colaborador das revistas Carta Capital e Veja, desde 1995 e 2004, respectivamente. “O mundo sempre oferece farto material temático para o humor gráfico, e o Brasil, nesse quesito, é especialmente pródigo. A internet é um meio valioso de divulgação. Porém, em virtude da crise dos veículos impressos, é cada vez menor o espaço para a publicação remunerada do trabalho dos humoristas. O mercado do humor gráfico, assim como o da ilustração, passam por um delicado momento de transição, e ninguém sabe exatamente para onde estamos caminhando”, lamenta.

 Apesar desse cenário, segundo ele, os salões de humor, em particular o de Piracicaba, têm relevada função de revelar novos cartunistas e apontar tendências.

 Contentes com a notícia da mostra individual Eduardo Baptistão estão os artistas piracicabanos Erasmo Spadotto e Willian Hussar. A opinião de ambos sobre o caricaturista é uma prévia do que o público pode esperar da exposição.

 “Baptistão é uma das grandes referências da caricatura no Brasil, seja em seus experimentos em lápis de cor, que por anos foram a grande novidade do gênero, como nos dias de hoje, em seu trabalho mais digital”, diz Willian. “Seu trabalho foi sempre sendo aperfeiçoado, mas ainda assim carrega um estilo bem particular e reconhecível. Vejo sua arte com frequência e sempre a uso como referência nas aulas de desenho de humor que ministro”, acrescenta.

 Segundo Erasmo, a mostra individual é mais que merecida. “Enriquece a mostra toda. É um atrativo a mais para um evento que não perde o brilho nunca”, opina, destacando que “o curioso do trabalho do Baptistão é que os personas têm um pouco da característica do criador: o pescoço longo é constante em quase todos os seu trabalhos. Mas isso não é defeito; os defeitos são todos dos caricaturados que, mesmo distorcidos e amassados, não perdem a referência”.

 O 43ª Salão Internacional de Humor é realizado pela Prefeitura de Piracicaba, por meio da Semac (Secretaria Municipal da Ação Cultural) e do Centro Nacional de Documentação, Pesquisa e Divulgação de Humor Gráfico de Piracicaba (CEDHU).

 SOBRE O ARTISTA – Eduardo Baptistão nasceu em São Paulo, em 1966. Formou-se em Publicidade e Propaganda pela Cásper Líbero, em 1988. Atua como ilustrador no mercado editorial desde 1985, quando publicou seu primeiro trabalho na Folha de S. Paulo. Já colaborou ou colabora com publicações como Jornal da Tarde, Você S/A, Imprensa, Vogue, Vip, Quem, Sexy, Playboy, Placar, entre outras. É ilustrador do jornal O Estado de S. Paulo desde 1991 e colaborador das revistas Carta Capital e Veja, desde 1995 e 2004, respectivamente.

 Vencedor por cinco vezes do Troféu HQMix como melhor caricaturista, conquistou outros importantes prêmios no Brasil (Salão Internacional de Humor de Piracicaba e Salão Carioca de Humor, entre outros) e no exterior (World Press Cartoon, de Portugal, e Tehran International Cartoon Biennial, do Irã, onde também, posteriormente, atuou como jurado).

 Participou do Salão Internacional de Humor de Piracicaba como concorrente em edições de 1993 a 2009. Recebeu seis prêmios com suas caricaturas: 2º lugar, em 1993; 1º lugar, em 2000 e 2005; Menção Honrosa, em 2006, e Prêmio Aquisitivo da Câmara Municipal, em 2006 e 2007. Em 2012, participou do evento como jurado de premiação.

 Tem três livros autorais de caricaturas publicados: A Book of Portraits – Selected Works of Eduardo Baptistao (Hich, Irã, 2009), Sketchbook Experience (Reference Press,Portugal/Brasil, 2013) e The art of Baptistão – 30 years (Reference Press, Portugal/Brasil, 2015).

 INSCRIÇÕES ABERTAS – Estão abertas até o dia 22 de julho as inscrições para o 43º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. As categorias em cena são cartum, charge, caricatura, tiras/HQ (histórias em quadrinhos) e tema mobilidade. A premiação soma R$ 55 mil. O regulamento na íntegra e a ficha de inscrição estão disponíveis no site do evento: salaointernacionaldehumor.com.br.

O 14º Salãozinho, direcionado a estudantes da rede pública e privada, com idade entre 7 e 14 anos, segue com inscrições até 24 de junho. Serão conferidos seis prêmios destinados aos primeiros, segundos e terceiros lugares. Mais detalhes e a ficha de inscrição também estão disponíveis no site do Salão de Humor.

Já o 6º Concurso de Microcontos de Humor de Piracicaba continua com o período de inscrições até 30 de maio. O primeiro colocado receberá R$ 800, o segundo, R$ 500 e o terceiro, R$ 300. O regulamento e a ficha de inscrição podem ser acessados no site biblioteca.piracicaba.sp.gov.br. A participação é gratuita em todas as atividades.

Deixe um comentário