Hugo José Benedetti

13/01/1913 a 20/11/1977

Estudou no Liceu de Artes e Oficios de São Paulo e na Escola Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro. Fez duas exposições individuais no Rio (1941 e 1943), uma em São Paulo em 1941 e uma em Piracicaba. Residiu em Buenos Aires e Belo Horizonte, onde também apresentou suas telas. Depois veio para Piracicaba e fixa residência definitiva. Foi apaixonado pela figura humana, mas também pintou outros gêneros: paisagens, naturezas mortas, cenas e costumes. Expôs coletivamente no Chile, Japão e em várias capitais do Brasil. Foi premiado em muitos Salões Oficiais, recebendo Medalhas de Ouro, Prata, Bronze, Menções Honrosas, prêmios aquisitivos e em viagens. No Rio de Janeiro, foi professor adjunto na cadeira de modelo vivo, da Escola Nacional de Belas Artes. Tem obras nas Pinacotecas de São Paulo, Piracicaba, Vitória (ES), Belo Horizonte, Bolsa de Valores de São Paulo e em coleções particulares do Brasil e do exterior. Está catalogado no Dicionário de Artes Plásticas do Brasil, no Dicionário Brasileiro de Artistas Plásticos e na Grande Enciclopédia Delta Larousse, Artistas e Pintores do Brasil, Mundo de Emoções, Dez Perfis, De ontem e De hoje. Foi homenageado postumamente no Salão de Belas Artes de Piracicaba (1978). Nos 10 anos de seu falecimento, sua esposa organizou uma exposição patrocinada pela Prefeitura local com diversas de suas obras e de 41 de seus antigos alunos.

Obras

Maternidade – 1954
óleo s/ tela – 50 x 70 cm
Acervo da família







Juntos Caminhamos
óleo s/ tela – 90 x 125 cm

4 comentários

  1. Wagner em 03/08/2013 às 12:32

    Pintura a óleo mostrando a genialidade do artista. Gostaria de adquirir esta tela.

  2. Sophia Benedetti em 07/09/2013 às 15:57

    Ele foi meu vô mas pena que não pude conhece-lo mais carrego comigo a arte dos Benedetti’s !

  3. luciana gobbo alves em 06/08/2014 às 15:14

    fui aluna dele e tenho uma tela para vender, quem se interessar entre em contato

  4. julio cesar pedreira da silva em 18/06/2016 às 06:47

    Eu conheci o Hugo Benedeti,,meu pai era marceneiro e o Sr Hugo e sua Senhora dona Glorinha pedia a meu pai fazer as molduras para os seus quadros ,,tambem éramos vizinhos de bairro ,,me lembro de um detalhe que o Hugo pedia a meu pai não caprichar muito na moldura senão as pessoas ficavam adimirando mais a moldura do que a téla propriamente do Quadro ,,,kkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta