Pássaros de Piracicaba: Fogo-apagou – Columbina squammata

Fogo-apagouFogo-apagou – Columbina squammata
Família Columbidae

Espécie de rolinha também conhecida pelos nomes de rola-pintada, picui-caboclo, pombinha-cascavel e rola-cascavel.

Mede cerca de 20 centímetros de comprimento. Apresenta a plumagem escamada, e padrão nítido nas asas. Sua cauda, mais longa do que as das outras rolinhas, é mantida direcionada para cima ao andar. No voo, aparecem penas acaneladas das asas, e áreas brancas na asa e cauda. O ruído de saída do voo parece um chocalho, daí o nome rolinha-cascavel. Macho e fêmea, idênticos, cuidam da construção do ninho e dos 2 ovos. Alimentam os filhotes com uma mistura de sementes regurgitadas e um líquido branco, produzido por glândulas no esôfago. Os ovos são chocados por cerca de duas semanas e o filhote voa com 12 dias.

Alimentam-se aos casais ou em pequenos grupos, ocasionalmente com outras rolinhas. É menos agressiva do que a rolinha-caldo-de-feijão (Columbina talpacoti). No período reprodutivo, o macho principia seu canto territorial onomatopeico traduzido como “fogo-apagou’’ ou “arroz-acabou’’. Vocaliza ao longo do dia, especialmente nas horas mais quentes.

Vive em ambientes abertos, como cerrados, caatingas e campos. Ocorre da Venezuela ao Paraguai, Argentina e no Brasil, do Nordeste e Brasil Central a São Paulo, Sul do Mato Grosso e Paraná.

Deixe um comentário