A perdida Cidade dos Esportes

cid esport

Na década dos 1970, Romeu Italo Ripoli foi o homem providencial que salvou o E.C.XV de Novembro da bancarrota e da destruição. O clube e o time estavam liquidados. Rípoli passou a sanar as finanças, evitou que o estádio daMaquete da Cidade dos Esportes. Rua Regente fosse a leilão, negociando-o com Leopoldo Dedini havendo acordos para a recompra. O XV foi vice-campeão paulista e Rípoli criou, no bairro da Pompéia (cercanias de Sol Nascente, Alvorada) a Cidade dos Esportes, que seria o grande patrimônio do XV. (Na foto superior, a maquete da Cidade dos Esportes. Na inferior, a piscina, que funcionou para os associados quinzistas.)

A cidade, por proposta do jornalista Cecílio Elias Netto, foi batizada com o nome de seu criador: Cidade dos Esportes Romeu Italo Ripoli.A piscina chegou a funcionar para os associados.

Após a morte de Rípoli, em 1983, houve a nova degringolada do XV, que nunca mais se reergueu, com o patrimônio delapidado e destruída, também, a Cidade dos Esportes, em procedimento nunca explicado e nunca também apurado judicialmente.

(Caetano Rípoli posando ao lado da placa de inauguração], com a faixa de retorno do XV à Divisão Especial em 1983.)

cid esport 2cid esport 3

1 comentário

  1. Henrique A.Monteiro em 19/02/2013 às 20:33

    ola,sou piracicabano nato,tenho 37 anos e cheguei a nadar nessas piscina da cidade dos esportes,entrei nas edificacoes q seriam os alojamentos ,mas nunca imaginei q aquelas edificacoes,formavam os algarimos do xv.Henrique A.Monteiro

Deixe um comentário