Matriz de mil lembranças

Matriz de mil lembranças

A história da Matriz de Santo Antônio já está, em síntese, contada em A PROVÍNCIA, a partir de estudos feitos pelo historiador Guilherme Vitti. Fica como documento e registro para a posteridade. No entanto, as imagens da velha e saudosa Matriz inspiram recordações e despertam lembranças dos que sobreviveram àquela época mais amena e serena. Quando, no dizer de Erotides de Campos, “caía a tarde tristonha e serena, em macio e suave langor.”

Era o Largo da Matriz, palco de encontros cívicos, de desfiles, de concentrações religiosas. A Matriz passaria a ser Catedral de Santo Antônio a partir da transformação de Piracicaba em Diocese, tendo seu primeiro bispo, D.Ernesto de Paula, construído a catedral a partir das bases e alicerces da velha matriz.

A foto, de autor desconhecido, é da década de 1930.

1 comentário

  1. Wladir dos Santos em 16/01/2013 às 11:01

    Saudade dessa igreja, mas sobretudo saudade da praça que havia à frente dela, com seu velho coreto, árvores antigas…

Deixe um comentário