Diretrizes de segurança para os jogos do XV no Barão

A Polícia Militar realizou na noite de quinta-feira, 09, uma reunião no estádio Barão da Serra Negra. Além da imprensa, estiveram presentes representantes das torcidas organizadas do XV, diretores e conselheiros do time piracicabano, funcionários da prefeitura, Guarda Civil, Semutran e a Brigada de Incêndio.

A Major Adriana Sgrigneiro explicou que esta primeira reunião foi para pontuar problemas do campeonato de 2013, além de relembrar a posição da PM nas partidas de futebol. “Anotamos algumas falhas que não podem se repetir. A Polícia Militar está nos jogos para garantir a segurança de todos. Temos regras para seguir e vamos cumpri-la”, disse.

O presidente do XV, Celso Christofoletti, aprovou a conversa inicial, para ele é de suma importância dialogar e traçar diretrizes de segurança e somente com o apoio de todos, os jogos do XV no Barão serão com mais segurança e tranquilidade. “Temos muito a definir e vamos informar de acordo com os jogos. Mas a reunião entre todas essas entidades, assim como no ano passado, foi um grande passo”, garantiu.

As questões sobre horário de abertura dos portões e fechamento de vias públicas serão feitos jogo a jogo de acordo com a demanda. “Vamos depender de vendas antecipadas de ingressos para saber o fluxo de pessoas ao redor do estádio. Como fica na região central temos que traçar um bom planejamento para não atrapalhar o cidadão”, disse a Major Adriana.

Uma questão levantada pelo Deputado Estadual, Roberto Morais, e que gerou dúvidas no ano passado, foi a entrada dos aparelhos de rádio no estádio e a Major afirmou que somente rádios com pilha palito serão permitidas.

Outro problema no ano passado foi sobre o que era permitido ou não entrar no estádio. A cada jogo muita confusão era gerada, fato que causava descontentamento tanto por parte da polícia, quanto dos torcedores. Um pedido feito pelo coordenador de projetos do XV, Matheus Bonassi Semmeler, foi que os objetos proibidos fossem relacionados e afixados em todos os portões. “Desta forma fica bom para ambos os lados e teremos menos aborrecimento”, explicou.

Uma próxima reunião irá acontecer já para definir as diretrizes do primeiro jogo do XV em casa, no dia 22 de janeiro, às 19h30, contra o São Bernardo.

Deixe um comentário