Esclarecimentos sobre o projeto de castração itinerante

Esta seção está disponível à população para a discussão dos interesses da comunidade, incluindo sugestões, reclamações, etc. Basta enviar-nos um e-mail através desta página. A redação reserva-se o direito, no entanto, de avaliar a autenticidade dos conteúdos e a pertinência da publicação. Informamos, ainda, que os textos aqui publicados não traduzem, necessariamente, a opinião do site.

Desde o lançamento do Projeto Itinerante de Castração na última sexta-feira, observamos que, lamentavelmente, alguns posts, discutem a questão da autoria deste projeto. Diante disso a Ong Vira Lata Vira Vida esclarece:

Dez entre dez pessoas ligadas à causa animal apontam a castração em massa como solução para frear o crescimento da população de animais nas ruas. Dentro e fora do Brasil várias ideias têm sido colocada

s em prática na tentativa de regularizar e difundir esse trabalho junto às comunidades.

Os infláveis foram elaborados pelas equipes da Ong Vira Lata e do Canil Municipal, de forma a contemplar itens fundamentais para atender recomendações técnicas e legais na realização dos mutirões. Dentro desta visão organizacional foram ainda analisados os recursos financeiros e elementos concernentes à sua logística, a fim de se obter uma melhor relação custo benefício.

Em momento algum foi citado um nome como responsável pelo projeto. Mesmo porque, ele é o resultado do empenho de um grupo de vários profissionais e técnicos, inclusive da empresa fabricante. Portanto, não se trata de “autoria”, trata-se de uma ideia que tem por objetivo maior melhorar a qualidade de vida destes animais tão sofridos.

Nomes conhecidos em todo o Brasil na luta pela causa animal já entraram em contato e agendaram visitas para verem de perto o projeto de castração nos infláveis. Pessoas que desbravaram a defesa animal, e se tornaram respeitadas por suas ações. Pessoas que vibraram com a possibilidade de sucesso de um novo projeto, e que em momento algum se preocuparam em dizer que também realizam alguma ação ou que são autores dessa ou daquela ideia. Pessoas que apenas demonstraram grandeza ao agendarem uma visita até nossa cidade para conhecerem de perto esta iniciativa.

Comemoramos todas as iniciativas de castração realizadas com ética profissional por qualquer instituição, em qualquer parte do Brasil. A Vira Lata também realiza castrações em animais de famílias de baixa renda no centro cirúrgico do abrigo e lá enfrenta o problema comum: a dificuldade de muitas pessoas chegarem com seus animais.

Portanto, a preocupação de louros e reconhecimento nesse caso demonstra uma mediocridade que não cabe mais nas ações de defesa aos animais. O importante é avançar e diminuir o sofrimento desses seres abandonados à própria sorte. A situação é grave e temos que agir rápido. Pessoas não ligadas a qualquer instituição de proteção animal já se colocaram à disposição. Querem ser cadastradas, capacitadas e dar sua contribuição. Este é o caminho. Essa é a verdadeira grandeza do voluntariado.

A Ong Vira Lata sente-se honrada de fazer parte deste projeto e de dividir essa alegria com todos aqueles que, de alguma forma, torcem pelo sucesso da iniciativa, lembrando sempre que os animais devem ser colocados em primeiro lugar.

Deixe um comentário