Rio-pedrense recebe prêmio regional e nacional por redação

“Meio Ambiente e Sustentabilidade”, esse foi o tema trabalhado na redação da estudante do 9° ano, Natália Breda Durante, 14. A aluna da escola municipal de Rio das Pedras “Professora Maria Arlete Angeleli” foi premiada em nível regional e nacional em concurso realizado pela Fundação Arcelor Mittal. A entrega dos prêmios aconteceu dia 24 no Engenho Central de Piracicaba e a congratulação nacional acontece no dia 4 de outubro, em Belo Horizonte.

No total, 72 escolas de diversos estados brasileiros se inscreveram na iniciativa, o que significou a participação de 27 mil alunos do ensino fundamental, desses, 252 foram premiados na categoria redação e 252 na de desenho. No estado de São Paulo, apenas três redações foram selecionadas, dentre elas, a de Natália.

Como reconhecimento, em nível regional, os vencedores são premiados com um tablet e, em nível nacional, é entregue um valor em dinheiro ao participante, além de três passagens gratuitas para Belo Horizonte, em Minas Gerais, onde será a congratulação nacional.

“Decidi trabalhar o tema com um acróstico sobre sustentabilidade para que todos entendessem a respeito do assunto. O meio ambiente merece atenção, quanto mais cuidarmos, mas o manteremos”, conta Natália. Acróstico é uma composição poética em que cada letra da palavra elegida, neste caso, sustentabilidade, dá início a uma frase que trata do tema sugerido.

Para a professora de geografia da escola “Maria Arlete”, Juliana Custódio de Almeida, 38, quem auxiliou em todo o desenvolvimento do trabalho, o diferencial da redação apresentada por Natália foi o acréscimo do acróstico depois de um breve discurso sobre o tema sugerido pelo concurso. “O resultado positivo é fruto de um trabalho coletivo desenvolvido pela escola. Certamente, a premiação é um orgulho para nós; estamos colhendo o que plantamos”, diz.

Deixe um comentário