Rota Tirolesa tem cultura e gastronomia

Trenzinho (crédito: divulgação)

A cultura e tradição italianas podem ser revividas em passeio turístico promovido pela Rota Tirolesa, em Piracicaba (SP). A 200 km de São Paulo, os bairros de Santana e Santa Olímpia reservam um pedaço da Europa no interior paulista em um passeio agendado de duração de cinco horas.

Santana e Santa Olímpia têm a característica de uma pequena vila européia, com igreja central, praça aconchegante, flores e parreiras de uva cultivadas nas encostas. A Rota Tirolesa oferece a tradicional gastronomia preparada pelas mãos das nonas italianas, visitas e colheita à plantação de uvas, contexto histórico da colonização (museu e monumentos) e degustação do vinho e cachaça produzidos localmente.

Os visitantes são recepcionados na florida e aconchegante praça central, em estilo europeu, e, em seguida, todos embarcam no trenzinho para um passeio repleto de alegria e que traduz o jeito de ser dos imigrantes tiroleses – são cinco quilômetros de um agradável percurso.

A visão e a sombra dos grandes parreirais de uvas e o tradicional Alambique Stenico, com sua cachaça orgânica, são alguns dos destaques da Rota Tirolesa. A hora do almoço reserva pratos típicos tiroleses, com muita polenta e frango em molho.

O passeio continua com apresentação de grupos de danças folclóricas e todos são convidados à dança. O passeio chega ao fim com o típico café da tarde tirolês, no tradicional Café Tirol. A visita ainda reserva a religiosidade da Via Sacra, localizada ao lado da Igreja Imaculada Conceição, a estrutura, de 1945, é uma escadaria de 96 degraus e está dentre as poucas que ainda resistem ao tempo em todo o mundo.

A Rota Tirolesa tem perfil de passeio familiar e programas específicos para grupos da Terceira Idade, educacionais e empresariais.

Roteiro do passeio:
– Apresentação histórica dos bairros Santana e Santa Olímpia com visita aos monumentos acompanhada de guias locais;
– Passeio de trenzinho para conhecer os atrativos culturais e naturais e a história da Colônia Tirolesa de Piracicaba (tempo aproximado: 60 min);
– Ingresso de entrada e degustação da cachaça orgânica produzida pelo tradicional Alambique Stenico;
– Visita e degustação do vinho colonial produzido localmente;
– Almoço típico (polenta, frango ao molho, stragolapretti, arroz, saladas e sobremesa);
– Café Tirolês (café com porção de grostòi, o tradicional pastelzinho doce tirolês) servido no Café Tirol;
– Apresentação de danças folclóricas.

Início do passeio: 9h30
Término do passeio: 15h30 (aproximadamente)
Valores: R$ 70,00 (por pessoa); crianças de 3 a 10 anos pagam meia; crianças com até 3 anos não pagam.

Pontos para visitação:
– Alambique Stenico: Está na fazenda Negri, bairro Santa Olímpia, fabrica artesanalmente cachaça orgânica envelhecida em barris de carvalho.
– Café Tirol: Nos moldes dos cafés europeus, especialmente das capitais do Tirol histórico (Trento, Bolzano e Innsbruck), também em Santa Olímpia, possui decoração típica e venda de apfelstrudel (torta de maça), suco de uva, geléias, compotas e artesanato.
– Cooperativa de Vinho Trentino-Tirolês: No bairro Santana e integrado por 40 cooperados que cultivam 20 mil mudas, a visita é uma experiência da tradição da produção da bebida.
– La Stùa: Restaurante em Santa Olímpia serve panquecas, tábuas de frios e vinho trentino.
– Pizzaria Nonno Giotti: Com bela paisagem natural, o restaurante serve 30 sabores de pizzas, incluindo a receita típica da pizza de Cucàgna. A massa é receita passada entre gerações.

SERVIÇO
Para agendamento dos passeios, contatar Ivan Correr pelos telefones (19) 3422-0658 ou (19) 99185-8268 ou Rudinei Stenico, (19) 3425-0697 ou (19) 99103-0358. Na web, acesse www.rotatirolesa.com.br.

A Rota Tirolesa de Piracicaba (SP) está entre as sugestões da Setur (Secretaria Municipal de Turismo) para o período de férias no contexto de passeios de longa duração. Para contatar a Setur, envie e-mail para [email protected].

O turista pode conseguir informações da administração municipal pelos seguintes canais: Setur pelo telefone (19) 3403-1270; Casarão do Turismo e Centro de Atendimento ao Turista, localizado na Rua do Porto, 1.433, aberto de quarta-feira à sexta-feira das 13h às 17h30 e sábado, domingo e feriados, das 10h às 18h.

Piracicaba pode ser acessada pela rodovias Luiz de Queiroz (SP-304/São Paulo e Campinas), Fausto Santomauro (SP-127/São Carlos e Ribeirão Preto), rodovia Cornélio Pires (SP-373/Tietê) e do Açúcar-comendador Mario Dedini (SP-308/Sorocaba).

Deixe um comentário