Piracicabanos em anuário de artistas

Um grosso volume (mais de 500 páginas) chama a atenção pela capa amarela. É o Anuário Brasileiro de Artes Plásticas Consulte (Brazilian Annuary of Arts), volume IV, publicado pela Roma Internacional Editora, em colaboração com a Associação Paulista de Artistas Plásticos, Funarte, MBE, Museu de Arte Sacra de São Paulo, Museu Paranaense, Universidade de São Paulo e Museu de Arte Contemporânea.

Conforme a apresentação do editor Helder Fazilari, “o anuário é distribuído gratuitamente a bibliotecas e museus, instituições públicas e privadas, secretarias e delegacias de cultura”.

A obra tem o aval do crítico de arte Jacob Klintowitz, que diz: “Não tenho dúvida em afirmar que uma publicação antológica dedicada à arte, de ingresso aberto mediante uma taxa, com biografia, comentários, fotografias e endereço do artista, representa uma manifestação democrática no âmbito da cultura.”.

Além da classificação dos artistas por ordem alfabética, o livro traz também um texto sobre a Arte Colonial Barroca, de Magali Romboli.

Participam desta edição do anuário artistas piracicabanos, como André Rodrigues, Ermelindo Nardin, Maria Cristina Libardi e Rubens Zílio.

Deixe um comentário