O Capitão, o Governador e o Rei

 

O poderio econômico de Piracicaba refletia-se na política. Nas décadas de 50 e 60, era comum governadores de Estado, ministros, secretários e mesmo presidentes da República virem ao município, em busca de apoio político e se informando do desenvolvimento tecnológico e econômico na agroindústria do açúcar e álcool. Na foto, em 1953, o Governador Lucas Nogueira Garcez – que sucedeu Adhemar de Barros e antecedeu Jânio Quadros – ladeado por Mário Dedini, o “Capitão da Indústria”, e Pedro Ometto, o “Rei do Açúcar”.

Deixe um comentário