“100 anos de tradição, cultura e sabor” na Casa do Povoador

Em homenagem aos 250 anos de Piracicaba, será aberta nesta terça-feira, 01/08, na Casa do Povoador, a exposição fotográfica “100 anos de tradição, cultura e sabor”, que contará com fotos históricas da Refrigerantes Orlando, cuja trajetória centenária se confunde com a história da cidade. A mostra conta com apoio da Prefeitura de Piracicaba, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo (SemacTur).

 

Entre as fotografias expostas, poderão ser vistas as antigas fábricas, os processos de produção do século passado, que são diferentes do modelo atual, além de registros da família e alguns de seus membros.

 

“Os Refrigerantes Orlando estão no imaginário dos piracicabanos. Muitas pessoas vêm até nós para dizer que os almoços de domingo em família tinham que ter os produtos. Outros, dizem que o pai ou avô fazia compras grandes, para o mês todo. Enfim, é algo que faz parte da vida das pessoas e, por isso, tem sabor de infância e coisas boas”, afirma o gerente Eduardo Orlando.

 

De acordo com Eduardo, muitas pessoas o procuram querendo conhecer um pouco mais dessa história que começou em 1913. “É algo que faz parte de Piracicaba e, no mês do aniversário da cidade, é uma forma de comemorar a data e poder mostrar essa trajetória para as pessoas, com registros históricos que certamente vão atrais vários olhares”, completa.

 

HISTÓRIA – A Fábrica da Refrigerantes Orlando foi fundada em 27 de fevereiro de 1913, num momento em que a cidade sofria com o fim do ciclo do café e com a queda de preços da cana-de-açúcar, momento que levou Piracicaba a se industrializar.

 

Em 1914 nascia a Gengi-birra, refrigerante feito na época de forma manual com base de limão e gengibre e que era fermentado em barris de 200 litros e engarrafado manualmente. Nos anos 20, nascia a Etubaína, que tornou-se um dos refrigerantes mais vendidos na época, com a base de banana, pêssego, pera e morango. Eram vendidos em armazéns da cidade por meio de carroças e carrinhos de mão.

 

A partir de 1937, os produtos chegavam a cidades  vizinhas como São Pedro, Torrinha, Iracemápolis, Americana e Santa Bárbara D´Oeste. Havia ainda a linha de fabricação de aguardente, licores, xaropes, vinhos, água tônica e outros refrigerantes.

 

No final da década de 50, a Fábrica conquistou o 1º lugar na “Consulta de Opinião Pública” realizada na cidade pelo Jornal de Piracicaba, Rádio Difusora e pelos extintos Diário de Piracicaba e Rádio Voz Agrícola do Brasil.

 

 

Administrada atualmente por Renato e seus filhos Maria Elisa e Eduardo Orlando, a marca continua forte, com sua trajetória centenária.

 

 

SERVIÇO

 

Exposição “100 anos de tradição, cultura e sabor”. De 01 a 20 de agosto na Casa do Povoador (avenida Beira Rio, 800). As visitações acontecem de segunda a sexta-feira das 8h às 16h30 e aos sábados das 9h às 13h. Entrada gratuita. Para mais informações, o telefone é (19) 3434-8605.

 

Deixe um comentário