Piracicabanos são aprovados em companhia fluminense e se tornam bailarinos profissionais

Membros da Cedan (Companhia Estável de Dança de Piracicaba), da SEMAC (Secretaria Municipal da Ação Cultural) desde o início da companhia, os piracicabanos Ivan Domiciano e Monike Cristina, ambos com 21 anos, alçarão vôos maiores a partir de agora. Os bailarinos foram aprovados em audição ocorrida no dia 28 de julho e já na próxima semana se tornam profissionais e passam a fazer parte do Corpo de Baile Municipal do Teatro Trianon, da cidade de Campos de Goytacazes, no interior fluminense.

Ivan e Monike fazem seu último trabalho junto à Cedan na tarde da próxima quinta-feira, 23 de agosto, no Teatro Municipal Dr. Losso Netto.

A prova aconteceu no palco do Teatro Municipal Trianon. Duas turmas participaram do exame, uma com 43 candidatos e outra com 20. A aula foi conduzida por César Lima, professor do Ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. A comissão julgadora foi composta pela professora de dança, Marcia Faggioni; pelo Primeiro Bailarino do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Paulo Rodrigues; pela ex-bailarina do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Vera Aragão; e pelo casal de bailarinos Priscilla Mota e Rodrigo Negri, responsáveis pela premiada Comissão de Frente da Escola de Samba Unidos da Tijuca.

Participaram da prova bailarinas de 18 a 30 anos e bailarinos de 18 a 35 anos. Além dos piracicabanos, candidatos da cidade sede, São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Nova Iguaçu (RJ), Três Rios (RJ), Joinville (SC), São Luis do Maranhão (MA), Londrina (PR), Belo Horizonte (MG) e Ibirití (MG) disputaram as vagas. Ao todo, 23 bailarinos profissionais foram classificados e, os primeiros 10 colocados – entre eles os piracicabanos – foram convocados, deixando o restante na lista de espera.

Deixe um comentário